Ceará

Oposição quer informações sobre construção de adutora em Itapipoca

Oposição quer informações sobre construção de adutora em Itapipoca
Oposição quer informações sobre construção de adutora em Itapipoca

O rompimento da adutora no município de Itapipoca, distante 147 quilômetros de Fortaleza, deixou dúvidas na base de oposição ao governador Cid Gomes.

Então, para elucidar alguns questionamentos, dentre eles o processo licitatório entre o Governo e a empresa responsável pela construção da obra, opositores de Cid entraram com representação junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), Ministério Público (MP) e Controladoria Geraldo do Estado (CGE).

“Faltou fiscalização”
“Faltou acompanhamento e fiscalização do governo do estado. Foram R$ 18 milhões empregados em uma obra sem qualidade”, disse o deputado Heitor Férrer, em sua página pessoal no Facebook ao comentar o assunto. Em outro post, o parlamentar anunciou que pediria informações sobre o processo de licitação.

Vazamento
Desde o dia 23 de dezembro, o município de Itapipoca sofre com a falta d’água. A adutora, orçada em R$ 18 milhões, seria entregue nesta data, mas apresentou vazamentos ao longo de seus 30 km de extensão ao ser acionada para teste.

“Mão na massa”
No mesmo dia Cid Gomes foi ao local e lá ficou até o último domingo (29) ajudando os trabalhadores nos reparos. Na ocasião, ele literalmente pôs a mão na massa, carregando pedras e mergulhando em uma caixa d’água para fechar uma válvula.

O mergulho
O assunto teve repercussão nacional após o governador mergulhar em um dos tanques da adutora. O fato foi acompanhando por moradores, que registraram a cena com celulares e logo compartilhada por diversos usuários nas redes sociais.

Veja aqui:
Quando a gente pensa que já viu de tudo… Cid Gomes mergulha na cacimba! Veja o vídeo aqui

Explicação
Ao comentar o assunto, Cid Gomes classificou como “famigerado” e disse ter sido uma forma de incentivar os trabalhadores que há mais de 190 horas ininterruptas trabalhavam para o conserto da adutora.

Ainda em teste
Em nota, a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) informou que, desde esta quarta-feira (01), o abastecimento d’água em Itapipoca foi retomado de forma progressiva. Porém, o abastecimento continuará a ser reforçado por carros-pipa.

“Esta vazão é inicial, pois faz parte dos procedimentos de teste da adutora e do sistema de água. A vazão da adutora somente poderá ser completa no final do período de testes, pois precisa ser testada a tubulação em suas diversas condições de pressão e vazão. Uma vez que a adutora se estabilizar com essa pressão, será possível aumentar progressivamente a vazão. Mesmo com o retorno progressivo do abastecimento, fazem parte do processo ocorrências de baixa pressão”, explica a nota, acrescentando que os testes operacionais continuaram.

Crédito
O governador Cid Gomes prometeu conceder um crédito de R$ 200 reais na conta dos moradores de Itapipoca, como forma de compensar os danos ocasionados pelo vazamento.


Curtir: