Ceará

Paulo Mamede fiscaliza obras da Cultura no interior do Ceará

Paulo Mamede fiscaliza obras da Cultura no interior do Ceará. Foto: Divulgação
Paulo Mamede fiscaliza obras da Cultura no interior do Ceará. Foto: Divulgação

Com 70% das obras já realizadas, o prédio que abrigará o Memorial Cego Aderaldo, em Quixadá, no Sertão Central do Ceará, deverá ser entregue à população até o final do mês de maio. A informação é do secretário da Cultura do Estado do Ceará, Paulo Mamede, que esteve na segunda-feira (10), em Quixadá, em visita técnica à obra, acompanhado do secretário de Cultura do município, Francisco Blasco, e do diretor geral da construtora Urbis, Otaniel Fragoso.

Obra
A obra no valor R$ 475.869,89, com recursos do Governo do Estado, inclui a substituição do telhado por madeira nova, um novo reboco e a demolição do piso, além de novas instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias e colocação de esquadrias – janelas e portas. Depois de concluída, as instalações serão preparadas para constituir o memorial, recebendo o acervo disponível de Cego Aderaldo – viola, chapéu, fitas cassetes, documentos, recortes de jornais e livros publicados sobre o cantador, violeiro e repentista.

Antônio Conselheiro
De Quixadá o secretário seguiu para Quixeramobim onde participa da abertura do evento “Conselheiro Vivo”, uma semana de atividades em homenagem a Antônio Conselheiro, inclusive com lançamento de livro de ensaios. Em Quixeramobim, o secretário Paulo Mamede apresenta o projeto para reforma da Casa de Antônio Conselheiro, que está sendo adaptada para abrigar um centro cultural. Paulo Mamede destacou a importância de Cego Aderaldo e de Antônio Conselheiro para a cultura e a história do Brasil, lembrando que a casa de Antônio Conselheiro tem importância redobrada, por ter sido também a casa da família de Fausto Nilo, destaque nacional na música e na arquitetura.

Conselheiro Vivo
O evento Conselheiro Vivo terá Mostra de Cultura com três exposições: xilogravura, desenho e artes visuais. A programação inclui feira popular – artesanato e agricultura familiar – com apresentações culturais diárias. No dia 13, além da apresentação de artistas locais e de uma peça teatral da Bahia, será lançado o livro “De Quixeramobim a Canudos: olhares sobre Antônio Conselheiro”.

Com informações da Assessoria


Curtir: