Polêmica
Atualizado em: 07/07/2011 - 3:04 pm

A Polícia Federal (PF) não recebeu nenhuma solicitação para investigar as denúncias de corrupção envolvendo o Ministério dos Transportes e órgãos vinculados á pasta. De acordo com a PF, a investigação só pode ser iniciada após a conclusão da auditoria que está em curso na Controladoria-Geral da União (CGU). Segundo a PF, antes da investigação policial, é necessária a apresentação do parecer da CGU sobre o caso. Dependendo do parecer, a investigação pode ou não ser acionada.

Nesta quinta-feira (7), o ministro-chefe da CGU, Jorge Hage, designou oito servidores para auditar licitações, contratos e obras que deram origem às denúncias de contratos superfaturados e pagamento de propina ao alto escalão da área de transportes do governo. Um servidor da CGU foi nomeado só para acompanhar os trabalhos da comissão de sindicância criada pelo ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento, que pediu demissão na última quarta (6).

Com informações da Agência Brasil

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me