Nacional

Plebiscito: PF é acionada para investigar compra de votos em Belém

A Polícia Federal foi acionada neste domingo (11) para investigar uma denúncia de compra de votos em Belém, durante a votação do plebiscito sobre divisão do Pará. Até agora este foi o caso mais grave registrado pelo Ministério Público Eleitoral envolvendo o plebiscito.

Leia ainda: Divisão do Pará: plebiscito transcorre sem ocorrências graves  
Eleitores do Pará decidem divisão do Estado neste domingo

De acordo com o procurador regional eleitoral Daniel Azeredo, houve a denúncia de que pessoas em um carro estariam oferecendo dinheiro em troca de votos na periferia de Belém.

Outras ocorrências
Pela manhã, foi feita a apreensão de materiais de campanha a favor da divisão do Pará – que não poderiam ser distribuídos neste domingo. Houve também o caso de uma empresa no município de Barcarena (a 15 km de Belém) que não estaria liberando seus funcionários para votar.

Todas as ocorrências estão sendo apuradas ainda. Estas foram as principais entre cerca de 20 denúncias de supostas irregularidades durante o plebiscito.

Apuração
A votação terminou às 17h (18h de Brasília) e a contagem dos votos já começou a ser feita. De acordo com o presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Ricardo Lewandowski, o resultado sairá “algumas horas” depois do fechamento das urnas.

Com informações da Folha.com


Curtir: