Ceará

PMDB do Ceará inicia processo contra “infiéis”

PMDB faz parte da oposição ao governo do Estado. Foto: Divulgação
PMDB faz parte da oposição ao governo do Estado. Foto: Divulgação

A comissão de ética do PMDB do Ceará encaminhará, a partir desta segunda-feira (22), notificação a alguns dos seus filiados denunciados por infidelidade partidária nas eleições de outubro passado.

Entre os denunciados estão: o vereador de Fortaleza, Carlos Mesquita; a vice-prefeita de Barbalha, Betilde Correia; e os prefeitos de Nova Russas, Gonçalo Diogo e de Santa Quitéria, Fabiano Mesquita.

Outros casos
Espera-se ainda para esta semana o início de novos processos contra outros filiados.

Novos planos
Nos bastidores, aliados afirmam que o presidente do partido, senador Eunício Oliveira (PMDB), quer saber quem está ao seu lado neste novo momento da legenda que faz oposição ao governo estadual.

Penalidade
As penas variam da simples advertência até à expulsão do partido. A aplicação da pena máxima – expulsão – implica também na perda do respectivo mandato, segundo afirmam fontes do PMDB.


Curtir: