Ceará Greve

Policiais civis também paralisam as atividades

Greve da Polícia Civil foi proposta em apoio a mobilização de bombeiros e policiais militares

Os policiais civis do Ceará também vão suspender as atividades por completo. A decisão, em apoio à paralisação dos policiais e bombeiros militares, foi tomada durante assembleia da categoria realizada nesta terça-feira (3).

De acordo com nota divulgada pelo Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Estado do Ceará (Sinpoci), as viaturas das Delegacias de Homicídio, de narcóticos (Denarc), DRFVC E do 34º DP estão estacionadas em frente à Superintendência da Polícia Civil, no Centro de Fortaleza, local em que a categoria pretende ficar acampada.

Paralisação dos policiais civis
Esta é a terceira paralisação dos policiais civis, em menos de um ano. Em julho do ano passado os policiais civis do Ceará resolveram parar as atividades. A categoria permaneceu 39 dias parada, suspendendo a greve no dia 9 de agosto.

No dia 14 de outubro, em uma nova assembleia, os Policiais decidiram retomar a paralisação que durou dois meses, terminando no último dia 15 de dezembro. Uma das principais reivindicações da categoria é a solução para o problema do baixo efetivo da Polícia Civil do Ceará, sobretudo de inspetores e escrivães.

Da Redação do Jangadeiro Online, com informações da repórter Kamilla Ladeira