Ceará Greve

Policiais e Governo do Estado elaboram termos de ajustamento de conduta

Foto: Caroline Ribeiro

Representantes da Associação dos Praças da Polícia Militar e dos Bombeiros Militares do Ceará (Aspramece) e membros do Governo do Estado elaboraram termos de ajustamento de conduta durante reunião realizada nesta sexta-feira (30).

A pauta das reivindicações ainda não foi atendida. A reunião, que iniciou no início da noite desta sexta, será retomada meia noite, quando os presentes decidem se assinam ou não os termos. Por enquanto, a paralisação continua.

Reivindicações
Os policiais e bombeiros reclamam da falta de efetivo para fazer a segurança em todo o Estado. Segundo Pedro Queiroz, presidente da Associação dos Praças da Polícia Militar e dos Bombeiros Militares do Ceará (Aspramece), são mais de 14 mil policiais na folha, mas aproximadamente 7.400 estariam licenciados. O ideal, conforme a Associação, seriam 33.700 policiais; os dados seriam da ONU.

Leia mais:
Policiais em greve invadem 30º DP e tomam viatura do Ronda
Greve da PM: Cerca de 3 mil homens estão paralisados em todo Ceará
Segurança no Réveillon em Fortaleza está garantida, diz Comando Geral da PM

Redação Jangadeiro Online, com informações do repórter Nilson Bezerra