Protesto

Políticos cearenses convocam população a participar de manifestações

Políticos cearenses convocam população a participar de manifestações. Foto: Reprodução do Facebook
Petistas farão contraponto às manifestações contra o governo e também irão às ruas. Foto: Reprodução do Facebook

Políticos que protestam contra o Governo divulgaram vídeos convocando a sociedade para participar do ato pró-impeachment no próximo domingo, 13 de março. Em Fortaleza, o evento acontece no aterro da Praia de Iracema, a partir das 15 horas. Em contraponto, parlamentares ligados ao Governo inflamam o debate e saem em defesa do ex-presidente Lula convidando aliados para irem às ruas em favor do PT e da presidente Dilma Rousseff.

Em vídeo, parlamentares como o senador Tasso Jereissati (PSDB) e o deputado federal Danilo Forte (PSB) protestam contra o Governo e em favor do impeachment de Dilma Rousseff. Nas imagens, eles dizem que não deixarão o País “ir para o buraco” e pedem o fim da impunidade e da corrupção. As gravações foram divulgadas em suas páginas pessoais nas redes sociais e convocam os seguidores para participarem do ato contra o Governo, no domingo.

Tasso
“Estaremos no aterro da Praia de Iracema, às 15h, junto às pessoas de bem que querem dar um basta à corrupção, por um País melhor. Com nossas famílias, de maneira pacífica, marcharemos unidos em defesa do Brasil. Nos vemos lá!”, convocou o senador Tasso Jereissati (PSDB) em vídeo postado em sua página oficial no Facebook.

Ainda segundo o tucano, as manifestações têm o papel principal de “dizer claramente que, nós, cearenses, queremos dar um basta aos escândalos que vêm acontecendo em Brasília e que fazem o país andar para traz à nível de 10 a 12 anos atrás, com problemas na saúde e geração de emprego”. “O Governo praticamente não existe e está cada vez enterrado num mar de intrigas e, por isso, precisamos pedir mudanças”.

Danilo
O deputado federal Danilo Forte, também presidente estadual do PSB, convoca a população a protestar contra o governo e em favor do impeachment de Dilma Rousseff. Nas imagens, ele diz que “não podemos abandonar o Brasil”. “Nosso País nos chama num dever cívico e patriótico de salvá-lo do pior Governo de toda a sua história republicana. No próximo dia 13 de março, domingo, vamos todos às ruas cobrar a saída da presidente Dilma. Chega de tanta incompetência! Basta à falta de credibilidade petista de comandar o País. O Brasil é nosso”, frisou o socialista.

Outros políticos e, até mesmo empresários, realizaram gravações convidando para a manifestação e afirmando que a luta é “pela democracia, pela ética na política e contra à corrupção”.

Pró-Dilma e Lula
Do lado petista, lideranças políticas lançaram uma onda de apoio ao ex-presidente Lula e ao governo Dilma Rousseff, no que chamam de “defesa à democracia no País” e organizam uma carreata em defesa dos direitos sociais e contra o “golpe midiático-judicial” também para domingo, dia 13.

Programação
A concentração começará às 9h, no Ginásio Poliesportivo da Parangaba, e o encerramento será com um grande ato político no Vila do Mar, na Barra do Ceará. À tarde, a Frente Brasil Popular organiza “tribuna livre” em quatro praças no centro da capital cearense, dentre elas José de Alencar e do Ferreira. Nos bastidores, organizadores querem se manter distantes dos manifestantes pró-impeachment.

Luizianne
Em sua página no Facebook, a deputada federal Luizianne Lins (PT) afirma que o ato será fundamental para a consolidação da democracia brasileira e para evitarmos que o golpe aconteça. “Agora, é hora de mobilização. Hora de atenção. Como diz o poeta: precisamos estar atentos e fortes, pois é fundamental para a consolidação da democracia brasileira e para evitarmos que o golpe aconteça. Ele está em curso. Um golpe branco, institucionalizado e com aval da justiça. Portanto, mais do que nunca precisamos compreender o inimigo e mobilizarmos para construção da resistência”, finaliza a petista em divulgado nas redes sociais.

Com informações do OE


Curtir: