Bastidores

Por seis votos a um, TSE concede registro ao PSD

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, que trocou o DEM pelo PSD e agora atrai seguidores. Foto: divulgação.

Por seis votos a um, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se manifestou na terça-feira (27) a favor do pedido de registro do PSD, partido articulado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e que irá disputar as eleições municipais de 2012. Dos sete ministros, seis votaram pela criação do novo partido. Apenas o ministro Marco Aurélio votou contra.

O PSD será o 28º partido político com registro no tribunal e o 23º com representação no Parlamento.

No Ceará
Com a decisão, o partido também fica autorizado a funcionar no Ceará. O PSD é considerado uma sigla alternativa aos aliados do governador Cid Gomes (PSB).

Tanto que, Almircy Pinto, gestor do Gabinete do governador cearense, vai ser o presidente da comissão provisória do PSD no Ceará. Segundo informações de bastidores, Almircy vai contar com a ajuda do empresário cearense Chiquinho Feitosa, presidente estadual do DEM, na organização do partido.

Composição
Já são citados como possíveis integrantes do PSD no Ceará, o ex-prefeito de Fortaleza, Antônio Cambraia, até então filiado ao PSDB; o advogado Hélio Parente; a secretária de Justiça do Estado, Mariana Lobo; e o secretário de Planejamento, Eduardo Diogo.

Além disso, o PSD já nasce com deputados estaduais graças a migração de parlamentares eleitos por outros partidos, quase todos saídos do PSDB. Até o momento, nenhum deputado confirmou oficialmente a futura mudança, o que só deve ocorrer no fim do ano.

 


Curtir: