Ceará

Prefeito afastado de Pacajus renuncia ao cargo

O prefeito afastado de Pacajus, Pedro José Philomeno Gomes (PSDB), renunciou ao cargo nesta segunda-feira (16). O político enviou um ofício, assinado no dia 13 de janeiro, à Câmara Municipal solicitando sua saída definitiva.

O vice-prefeito Auri Costa Araripe, que assumiu à prefeitura após a prisão de José Philomeno em dezembro, já foi efetivado definitivamente no cargo.

Leia mais:
Prefeito afastado de Pacajus tem liberdade provisória revogada
Prefeito interino de Pacajus apresenta péssimas condições do hospital municipal

Prefeito interino de Pacajus assume cargo e diz que ficou “constrangido” por irregularidades

Operação do MP
Uma operação em conjunto da Polícia Civil e do Ministério Público Estadual (MPE) nesta quinta-feira (15) cumpriu 11 mandados de prisão e de busca e apreensão em Pacajus. Os envolvidos são acusados de crimes como desvio de dinheiro público, peculato e formação de quadrilha.

Todos os mandados foram cumpridos. Dentre os presos, estavam o prefeito de Pacajus, Pedro José Philomeno Gomes (PSDB); o presidente da Câmara Municipal, vereador Francisco Carlos Martins (PSDB); a procuradora do município, Érica Leandro Alencar; o secretário de Finanças, Antônio Héder Holanda da Silva; e Valmir de Sousa Falcão, também secretário municipal.

Foram presos ainda o vereador Jocélio Bezerra Almeida; o contador da Câmara Municipal, Vitório Andson de Sousa Lima; a filha do prefeito, Luciana Pereira Figueiredo; o genro do prefeito, Jorge Clementino Diego; a esposa do secretário de Finanças, Neudeci Honorato Herculano; e Anercília Maria de Sousa, presidente da Comissão de Licitação.

Redação Jangadeiro Online


Curtir: