Nacional
Atualizado em: 09/06/2011 - 4:25 pm

da Redação do Jangadeiro Online, com informações da Folha de SP

A Câmara Municipal de Lorena (198 km de São Paulo) afastou na segunda-feira (06) do cargo o prefeito Paulo César Neme (PTB), que é médico pediatra, ao abrir duas comissões para investigar denúncias de supostos desvios de verba para educação e crimes sexuais envolvendo garotos menores de idade.

Cassação
As comissões, formadas por três vereadores, têm 90 dias para apresentar os relatórios finais, pedindo ou não a cassação do prefeito. Segundo a Lei Orgânica do Município, Neme ficará afastado do cargo durante o processo. Cabe recurso na Justiça.

Denúncias
Segundo o vereador Élcio Vieira (PV), presidente da Casa, os vereadores decidiram abrir, por unanimidade, as comissões por causa da “crescente pressão popular”. As denúncias contra o prefeito por supostos crimes sexuais envolvendo menores de idade vieram à tona no mês passado, durante uma investigação da Polícia Civil.

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me