Greve

Prefeitura de Fortaleza pode viver clima de greve geral nesta quinta

Servidores da AMC ocupam sede do órgão (Foto: Divulgação/Sindifort)

Os serviços públicos da Prefeitura de Fortaleza podem viver um clima de greve geral a partir desta quinta-feira (9).

De acordo com o Sindicato dos Servidores e dos Empregados Públicos do Município de Fortaleza (Sindifort), órgãos como Samu, IJF, Croa da Parangaba e de hospitais como Gonzaguinha de Messejana e Frotinhas de Messejana, Antônio Bezerra e Parangaba garantiram em assembleias que caso as negociações com a Prefeitura de Fortaleza não progridam, todos cruzarão os braços.

Uma assembleia geral entre diversas categorias acontece nesta quinta-feira (9), a partir das 9h, na Câmara dos Vereadores de Fortaleza com o intuito de definir os rumos do movimento.

Vale lembrar que os agentes da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania de Fortaleza (AMC) já estão paralisados desde a última sexta-feira (3). Em protesto, acamparam na sede do órgão.

Paralisações
Durante as últimas semanas, diversos órgãos realizaram paralisações de advertência com o objetivo de sensibilizar as autoridades perante as reivindicações dos servidores.

Só nesta quarta-feira (8), param temporariamente os serviços do Instituto de Pesos e Medidas (Ipem), das Secretarias Executivas Regionais I, III e IV e da Usina de Asfalto de Fortaleza.

Negociação
A última chance de negociação antes do decreto de uma possível greve geral acontece nesta quarta-feira (8), as partir das 15h, na sede do Sindifort. O encontro reúne representantes de todas as categorias envolvidas e membros da Prefeitura de Fortaleza.

De acordo com o Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza (Sindifort), mais de 30 mil servidores podem paralisar as atividades por tempo indeterminado.

Apesar de existirem reivindicações próprias de cada categoria, o movimento tem como elo o pedido de reajuste salarial para todo o funcionalismo público municipal.

Dentre os órgãos que participam da reunião estão:
– Agentes de trânsito da AMC;
– Agentes de Saúde de Endemias;
– Guarda Municipal e Defesa Civil;
– Garis da Empresa Municipal de Limpeza e Urbanização – EMLURB
– SAMU;
– Servidores do IJF;
– Servidores dos postos de saúde – Frotinhas e Gonzaguinhas;
– Servidores da Secretaria de Saúde de Fortaleza – SMS;
– Servidores do Centro de Atendimento à Criança – Croa’s;
– Servidores do Instituto de Pesos e Medidas de Fortaleza – IPEM
– Servidores do Instituto de Previdência do Município – IPM
– Servidores da Secretaria de Finanças do Município – SEFIN;
– Servidores da Secretaria de Infra-estrutura do Município – SEINF;
– Secretaria do Meio-Ambiente de Fortaleza – SEMAN;
– Secretaria de Administração do Município – SAM.

Leia mais:
Greve: Mais de 30 mil servidores da Prefeitura podem cruzar os braços
Greve geral dos servidores da Prefeitura já tem data marcada

Ilegalidade da greve: Samu contesta decisão da Justiça

Redação Jangadeiro Online, com informações do Sindifort


Curtir: