Fortaleza

Prefeitura entra com ação na Justiça para manter preço da passagem de ônibus em Fortaleza em R$2,00

Roberto Cláudio lamentou a decisão da ex-prefeita Luizianne Lins, de ter assinado o decreto reajustando o valor da passagem nos últimos dias da gestão. Foto: Cristiano Pantanal

O prefeito Roberto Cláudio anunciou que a Procuradoria Geral do Município (PGM) vai ingressar, nesta terça-feira (8), com recurso no Tribunal de Justiça para tentar revogar a decisão que aumentou o preço da passagem de ônibus em Fortaleza de R$ 2,00 para R$ 2,20.

Saiba mais:
Passagem de ônibus em Fortaleza ficará mais cara a partir do dia 11

Difícil
O prefeito reconheceu que a tarefa de enfrentar a Justiça para manter o valor da passagem em R$ 2,00 não será fácil, mas ressaltou que fará o que estiver a seu alcance para que a classe trabalhadora fortalezense não pague pela decisão, que avaliou como “equivocada”, da antiga gestão.

Leia ainda:
Roberto Cláudio diz que reajuste da tarifa de ônibus é “pegadinha” e promete recorrer para impedir aumento da passagem

Frustração
Durante entrevista, Roberto Cláudio lamentou a decisão da ex-prefeita Luizianne Lins, de ter assinado o decreto reajustando o valor da passagem nos últimos dias da gestão. “Essa foi uma decisão da ex-prefeita, que não só aquiesceu o valor, como calculou esse novo valor e apresentou ao trabalhador fortalezense esse ônus a partir de 11 de janeiro. Lamentamos e ficamos frustrados com um ato feito no fechar das cortinas da gestão”, afirmou.

Veja também:
Em nota, Sindiônibus justifica reajuste e diz que Fortaleza segue com passagem mais barata “em cidades do mesmo porte”


Curtir: