Greve

Professores estaduais realizam ato público em Fortaleza

Da Redação do Jangadeiro Online

Na manhã desta sexta-feira (5), cerca de 2 mil professores grevistas da rede pública estadual realizaram um Ato Público na Avenida Barão de Studart com Avenida da Abolição. A categoria esteve no local para manifestar a indignação pela readequação do Plano de Carreira ao Piso Salarial Nacional do Magistério.

As ruas próximas ao Palácio da Abolição foram bloqueadas pela Polícia Militar. Os professores percorreram ruas e avenidas do Bairro Meireles em protesto contra a proposta do governo, que destrói o Plano de Cargos e Carreira dos educadores da rede estadual de ensino.

Greve
Os professores da rede pública estadual decidiram entrar em greve após um assembleia geral realizada no dia 1° de agosto no Ginásio Paulo Sarasate. Os educadores estavam em “estado de greve” desde o dia 30 de junho.

O sindicato APEOC, que representa a categoria, cobra que a Lei Nacional do Piso Salarial repercuta em toda a carreira do magistério, em todos os níveis salariais. Mas a proposta apresentada pelo governador Cid Gomes prevê um sistema de readequação do Plano de Carreira dos Professores à Lei do Piso.

Confira as fotos da manifestação

Veja a matéria exibida pelo Jornal Jangadeiro 1ª Edição

Leia mais:
Professores da rede pública estadual decidem entrar em greve por tempo indeterminado
Audiência com o governador e Sindicato APEOC acontece nesta quinta
Negociações não avançam e professores do Estado podem deflagrar greve nesta segunda

Com informações da APEOC


Curtir:


3 thoughts on “Professores estaduais realizam ato público em Fortaleza

  1. A seduc informa que os professores que interroperam as negociações, mas na verdade foi o governador que na ultima quinta 28/07, chegou com uma proposta e disse que mandaria para a assembleia para votação, ou seja, ele nem ouviu o sindicato.

    Outra informação equivocada é que a seduc fala que aumentou o salario em 36%, mas nao mostra a desvalorização que estão querendo fazer com um professor que se fizer uma especialização passará a ganhar 90 reais a mais.

  2. quem encerrou as negociações foi o governador truculento que apresentou a proposta já dizendo que iria mandar para ser aprovada. ele finalizou. não foram os professores.
    vale a pena lembrar que o governador marcou varias reuniões com o sindicato durante os meses de junho e julho sabendo que não estaria no país1 Estava em viagem internacional e não comparecia as reuniões para negociação com o sindicato dos professores!
    Quem está com má vontade para resolver?????

  3. A secretária Izolda Cela está equivocada, querendo jogar os professores contra a sociedade. Na reunião com o governo foi apresentado uma tabela que acaba com a carreira de professor no estado. Ela devia promover um debate nos meios de comunicação para se explicar melhor. 80% do professorado não receberá nada. Já basta o quinto pior salário do país e o quarto pior do nordeste.

Comments are closed.