Fortaleza
Atualizado em: 25/05/2011 - 3:41 pm

Um grupo de professores da capital invadiu o Plenário da Câmara Municipal de Fortaleza (CMF) na manhã desta quarta-feira (25), durante protesto. Os manifestantes, que estão em greve desde o dia 26 de abril, querem a implantação do Piso Nacional da categoria.

Leia mais:

Professores protestam no pátio da Câmara Municipal de Fortaleza
Professores fecham entrada do Terminal do Siqueira

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) consideram constitucional a Lei 11.738/2008, no ponto que regulamenta o Piso Nacional (vencimento básico) para os professores da educação básica da rede pública. O valor foi fixado em R$ 1.187, para uma carga horária de 40 horas semanais. A decisão foi dia 6 de abril.

Decisão de greve
Em Assembleia no dia 26 de abril no ginásio do Colégio Marista Cearense, no Centro de Fortaleza, professores da Rede Municipal de Ensino decidiram decretar uma nova greve.

Na pauta emergencial dos professores, estão: o pagamento do piso estabelecido pelo STF; eleições diretas para diretores de escolas, que, segundo a categoria, não acontece há oito anos; correção de Planos de Cargos e Carreiras, dentre outros.

Veja o vídeo

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me