Ceará

Projeto “Atendimento é legal” marca início da Semana do Ministério Público neste sábado

Projeto “Atendimento é legal” marca início da Semana do Ministério Público neste sábado. Foto: Divulgação

O projeto “MP na Comunidade: nosso atendimento é legal”, do Ministério Público do Estado do Ceará, marca o início das atividades da Semana do Ministério Público. A nova edição, coordenada pelos procuradores de Justiça Leo Charles Henri Bossard II e Suzane Pompeu, ocorre neste sábado, dia 8 de dezembro, na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Lions Jangada (rua Camélia, 352, Cristo Redentor).

Serviços
Estarão disponíveis os diversos serviços de atendimento realizados pelos promotores e procuradores de Justiça, inclusive os promovidos pela Ouvidoria. Além disso, serão oferecidas palestras sobre prevenção ao uso de drogas, educação no trânsito, superendividamento, educação sexual e aconselhamento jurídico, oficiando encaminhamentos a outros órgãos.

Campanha
Destaque também para o lançamento da campanha de valorização à vida “Conte até 10. Paz. Essa é a atitude”, que busca combater os homicídios cometidos por impulso e por motivos fúteis. Através dos promotores de Justiça Iran Sírio e Elizabeth de Oliveira, ocorrerá a sensibilização da comunidade em contar até 10 antes de praticar qualquer ato de violência por impulso.

Parceria
O MP na Comunidade contará ainda a participação da Defensoria Pública do Estado do Ceará, do Laboratório Central (Lacen), do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Companhia Energética do Ceará (Coelce) e a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece).

E ainda
Com isso, serão ofertados outros serviços, como expedição de certidão de nascimento, vacinação, exame DNA, coleta de sangue e serviços de atendimento geral. Segundo o promotor de Justiça Leo Charles, o objetivo é “que o projeto tenha o perfil do Ministério Público, com a qualidade que merece, visando a formação cidadã”.

Com informações o MPE


Curtir: