Ceará

Projovem Trabalhador será lançado nesta sexta-feira

Pró-jovem será lançado nesta sexta. Foto: Divulgação
Prójovem será lançado nesta sexta. Foto: Divulgação

O Governo do Estado do Ceará, em parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), anuncia nesta sexta-feira (10), às 10 horas, a abertura de mais de 8.500 vagas de capacitação profissional como parte do Projovem Trabalhador.

Local
O evento acontece no Vianna’s Buffet (Rua Coronel José Aurélio Câmara, 552 – Vicente Pinzón), com a presença do Ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, e do secretário do Trabalho, Evandro Leitão.

Benefício
Com idade entre 18 e 29 anos, os educandos recebem, além da capacitação, auxílio financeiro mensal, no valor de R$ 100, por um período de seis meses, mediante comprovação de 75% de frequência nas atividades curriculares. Todos ganham kit estudantil (mochila, caderno, lápis, caneta, borracha e apostilas) e fardamento. No total, serão 350 h/aula, com cursos escolhidos de acordo com a demanda do município.

Resultado
Nas duas últimas edições, foram capacitados 11.500 jovens em 119 municípios. Desse total, 3.500 foram inseridos no mercado formal de trabalho, na Capital e no Interior cearenses. Somando-se aos novos educandos, serão 20 mil jovens capacitados, somente por meio desse programa no Ceará. “Esse é mais um programa que vem contribuir com a profissionalização do trabalhador cearense, que lhe abre às portas a um emprego digno, a uma vida digna e produtiva, longe das drogas e do ócio”, destaca o secretário Evandro Leitão.

Projovem Trabalhador
O ProJovem Trabalhador – Juventude Cidadã é um projeto originado do Ministério de Trabalho e Emprego – MTE, em parceria com o Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social – STDS. A execução é ministrada por entidades sociais, juntamente com os municípios e a sociedade civil. Os educandos recebem auxílio financeiro mensal no valor de R$100,00, por um período de seis meses. Ao final dos módulos, a meta do Programa é inserir no mercado de trabalho 30% dos estudantes.

Com informações da STDS


Curtir: