Eleições 2012

Protégenes Queiroz participa de atos de campanha de Inácio Arruda

Protógenes Queiroz chega na quarta-feira para se engajar na campanha de Inácio

O deputado federal Protógenes Queiroz (PCdoB) vem a Fortaleza para participar de atos de campanha do candidato a prefeito de Fortaleza pelo PCdoB, Inácio Arruda. O parlamentar deve discutir e oferecer sugestões sobre segurança pública para a equipe que está elaborando o programa de governo do prefeiturável do PCdoB em Fortaleza.

Agenda de Protógenes
O deputado Protógenes Queiroz, chega nesta quarta-feira (25.07), e às 10 horas dá entrevista coletiva a imprensa, na sede do comitê de campanha (Av. da Universidade, 3215). Na pauta de compromissos de Protógenes e Inácio estão previstos ainda visitas às áreas com maior incidência de violência e audiências com autoridades do setor de segurança pública.

“Precisamos de uma nova concepção de segurança urbana e de prevenção à violência”, diz Inácio Arruda. O candidato ainda afirma que, se eleito, vai priorizar as políticas de prevenção à violência dos jovens, articulando programas de atendimento, promoção e proteção para a juventude.

Propostas
Inácio ainda propõe implantar nos bairros as Unidades Pacificadoras e fortalecer a Guarda Municipal, além de construir seis Centros de tratamento aos Dependentes de crack. O senador Inácio Arruda destinou R$8 milhões de emendas de bancada para o combate e a prevenção ao crack em Fortaleza e nos municípios da Região Metropolitana. Esses recursos serão aplicados na construção de Unidades de Acolhimento a dependentes.

Inteligencia
O candidato do PCdoB também defende um sistema de inteligência preventiva, mapeando a situação de violência nos bairros e constituindo um banco de dados para orientar o planejamento da política de segurança urbana. “Nossos guardas comunitários precisam ter formação profissional. Serão atuantes na solução de problemas, desenvolvendo a capacidade de identificação e mediação de conflitos, com uma cultura democrática e cidadã voltada para o respeito, a promoção e a defesa dos direitos humanos”, afirma.


Curtir: