Ceará

PSB anuncia filiação de Heitor Férrer e Danilo Forte

A filiação de Férrer foi confirmada em convite do PSB
A filiação de Férrer foi confirmada em convite do PSB

O PSB confirmou a filiação do deputado estadual Heitor Férrer, hoje no PDT, e que, segundo a legenda, assinará sua ficha de inscrição à sigla socialista nesta semana. Férrer não confirma publicamente a informação e, ontem, não atendeu às chamadas da reportagem.

A assessoria do parlamentar também não confirma a filiação, mas o PSB já se antecipou e fez o anúncio formal em convite enviado à imprensa.

Além de Férrer, o deputado Danilo Forte, atualmente no PMDB, também irá assinar sua filiação ao PSB, na sexta-feira.

Na sexta
O ato para sua filiação dos dois parlamentares está marcado para o dia 11 deste mês, em um evento na Assembleia Legislativa que contará com a presença do presidente nacional de sigla, Carlos Siqueira. Heitor quer disputar a Prefeitura de Fortaleza e Danilo quer postular a Prefeitura de Caucaia. Na segunda-feira (07), segundo informações da assessoria do deputado Danilo, os dois estiveram reunidos para acertar os últimos detalhes da filiação.

Simpatia
Desde que surgiram as especulações da possível ida de Cid e Ciro Gomes para o PDT, Heitor é cobiçado por, pelo menos, sete partido. Mas, quem levou vantagem foi o PSB. Em recente declaração, o parlamentar justificou a escolha. “Desde quando me elegi vereador e tinha que escolher um partido entre PSB ou PDT, naquele momento, preferiu o PDT, pela figura de Brizola, que tem uma história fabulosa. A minha simpatia pelo PSB, ela não pode ser omitida, porque seria uma mentira”, afirmou recentemente Heitor ao jornal O Estado. Equipe tentou contato com o parlamentar, mas, até fechamento desta edição, não houve retorno.

Em 2012, Heitor Ferrer foi o terceiro colocado na disputa pela Prefeitura de Fortaleza e questionou as pesquisas eleitorais por não ter ido para o segundo turno, disputado à época pelo atual prefeito Roberto Cláudio (Pros/PDT) e pelo deputado estadual Elmano de Freitas (PT).

Danilo
Além de Ferrer, Danilo Forte também assinará sua ficha de filiação, que seguidas vezes demostrou desconforto no atual partido. Danilo vinha mantendo conversas para trocar o PMDB pelo PSB. As primeiras sondagens ocorreram ainda em meados do ano passado, quando Forte defendeu uma aliança entre Eduardo Campos – falecido em agosto de 2014, em um acidente aéreo – e o candidato peemedebista ao Governo do Estado, Eunício Oliveira.

Hoje, com pouco espaço no PMDB e vendo o PSB do Ceará sem um deputado com mandato, ele acredita que poderá seguir novos rumos no PSB, segundo informações nos bastidores. Especula-se ainda, que Danilo será o futuro presidente regional do PSB – cargo comandado pelo ex-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, que assumiu a presidência da legenda em julho deste ano. O ainda peemedebista não comenta o assunto.

Reviravolta
O presidente da comissão provisória do PSB, Roberto Pessoa, demonstrou constrangimento com a informação de que ele poderá perder o comando do partido para o deputado federal Danilo Forte. Isso porque Danilo já teria acertado com a direção nacional do partido, em Brasília, ingressar no PSB, mas assumindo a presidência regional da legenda.

Em conversa com o jornal O Estado, Pessoa afirmou que, se a cúpula vem prestigiar o evento na sexta-feira, é porque o acerto já foi feito, entretanto, ele disse que não havia recebido nenhuma informação oficial sobre mudança na direção estadual. Ele ressaltou que aguardará o desenrolar dos fatos, para definir se permanecerá na legenda.

E ainda
Em poucas palavras, Pessoa acrescentou apenas que sua passagem pela sigla contribuiu para manter os irmãos Ferreira Gomas longe do PSB. “O deputado Danilo colocou essa posição. Não houve acordo, nem nada. Mas, se a cúpula vem prestigiar, é porque tá tudo resolvido. Vou analisar minha permanência. Já fiz uma grande missão. Evitei os (irmãos) Ferreira Gomes de volta a legenda”, disse, dando boas-vindas aos futuros correligionários.

Com informações do OE


Curtir: