Eleições 2012

PSB arrecada R$1,35 milhão com jantar de adesão

Convidados acompanham exposição de Cid Gomes durante evento do PSB em Fortaleza
Convidados acompanham exposição de Cid Gomes durante evento do PSB em Fortaleza. Foto: Kézya Diniz

O jantar de adesão do PSB, promovido na noite de sexta-feira (23), reuniu empresários e  lideranças políticas de diferentes partidos como PMDB, PT, PTC, PDT e PP, entre outros. Cada convidado pagou mil reais pelo convite.Valor que não afastou o apoio. Ao contrário, os salões do Náutico  Atlético Cearense ficaram lotados e o partido conseguiu arrecadar R$ 1.350.000,00 (Um milhão, trezentos e cinquenta mil reais).

Sem candidatura
O dinheiro arrecadado deve financiar a participação da legenda rumo as eleições de 2012. e Por falar em eleição, nos bastidores chegou-se a especular que o evento seria pano de fundo para o lançamento de uma pré-candidatura do PSB à prefeitura de Fortaleza. Expectativa frustrada.

Ciro Gomes foi uma das lideranças mais festejadas e posou para várias fotos
Ciro Gomes foi uma das lideranças mais festejadas e posou para várias fotos. Foto: Kézya Diniz

Nomes vem depois
O deputado Roberto Cláudio, presidente da Assembleia Legislativa, é um dos nomes cotados para a disputa. Em entrevista, questionado sobre a possível candidatura, ele desconversou e disse que o partido quer discutir propostas e projetos para depois pensar em nomes.

Cid Gomes durante entrevista no jantar do PSB em Fortaleza
Cid Gomes durante entrevista no jantar do PSB em Fortaleza. Foto: Kézya Diniz

Aliança
Enquanto as especulações continuam, o PSB segue sem prazo para definir se vai ter candidatura própria para a prefeitura de Fortaleza ou se vai seguie na aliança com o PT da prefeita Luizianne Lins. Pelo menos é o que diz o governador Cid Gomes que é presidente do PSB aqui no Ceará. “O que existe é um prazo que é estipulado pela Legislação. Vamos seguir esse prazo. Os partidos tem até junho pra fazer congresso e convenções”, disse Cid Gomes.

Plano “A”
Enquanto as convenções não chegam, lideranças de partidos aliados seguem afirmando o apoio ao que já chamam de “Plano A”. O senador Eunício Oliveira (PMDB) reafirmou o compromisso com a composição da aliança eleitoral. “O que eu entendo como plano ‘A’  é a composição de PT, PSB, PMDB e até PCdoB nessa aliança. Eu não tenho Plano ‘B'”, disse o senador.

Ciro Gomes (PSB) e Eunício Oliveira (PMDB) sentaram juntos e conversaram animadamente
Ciro Gomes (PSB) e Eunício Oliveira (PMDB) sentaram juntos e conversaram animadamente. Foto: Kézya Diniz

Elmano
Pré-candidatos do PT, como o secretário de Educação do município, Elmano Freitas, também prestigiraram o evento de olho na continuidade da aliança. “O PT não trabalha com um outro cenário que não seja o da manutenção da aliança”, disse o petista.

Veja reportagem exibida no Jornal Jangadeiro: