Bastidores

PSB Ceará confirma ida de Heitor para a legenda

O acordo com a legenda inclui a garantia de espaço para que o parlamentar dispute a Prefeitura de Fortaleza em 2016
O acordo com a legenda inclui a garantia de espaço para que o parlamentar dispute a Prefeitura de Fortaleza em 2016

De acordo com a deputada Eliane Novais, que integra o comando do PSB em Fortaleza, junto com seu irmão, Sérgio Novais (PSB), presidente municipal da legenda, o deputado Heitor Férrer (PDT) viaja, nesta sexta-feira (28), à Brasília, para oficializar com o presidente Nacional do PSB, Carlos Siqueira, a sua filiação à sigla.

“Heitor estará em Brasília. E o presidente Sérgio Novais e toda a direção nacional estarão lá, para acolhê-lo e, efetivamente, dar conhecimento ao Ceará da inserção e da chegada de Heitor ao PSB”, assegurou Novais. “E ele não vem só como filiado, mas como candidato à Prefeitura de Fortaleza”, destacou.

Heitor 2016
De acordo com Eliane Novais, durante a reunião, na quinta-feira (27), da Executiva Nacional, já foi aprovada à postulação de Heitor Férrer como representante da agremiação para o pleito municipal, com “total” aval do presidente nacional do Partido.

“Isso nos enche de alegria pelo perfil do deputado Heitor. Um parlamentar qualificado, de nome limpo, decente, capaz de revolucionar o período eleitoral em 2016. Portanto, estamos felizes com essa adesão, e o Carlos Siqueira está priorizando esta Capital, no que diz respeito as eleições majoritárias do próximo ano”, comemorou, ressaltando que, Heitor será o nome que vai conquistar a vontade popular. “Acredito que desta vez irá conquistar a vitória, porque vamos devolver a ele, aquilo que foi roubado em 2012”.

Wagner
Questionada pela informação de que o PSB queria lançar o nome do deputado Capitão Wagner à Prefeitura de Fortaleza, ao se aliar com o PR, Novais afirmou que “não havia nenhum acordo com o Capitão Wagner, nesse sentido e, que, agora, o candidato será Heitor Férrer”.

Filiação
Ao ser questionado sobre a afirmação de Eliane Novais de que irá migrar para o PSB, Heitor tentou desconversar. Ele não foi taxativo ao confirmar a mudança, mas também não negou a decisão. O, ainda, pedetista confirmou apenas que, hoje, realmente irá conversar com Carlos Siqueira, em Brasília.

“Por meio do deputado Danilo Forte (PMDB), de Eliane Novais e de Sergio Novais, eu mantive um contato telefônico com o Carlos Siqueira e ratifiquei como havia dito à imprensa sobre o PSB, que a legenda foi o primeiro partido que eu busquei, após eminência de uma saída do PDT”, disse.

Trauma
Conforme Heitor, a informação de que o PSB era o partido de sua maior simpatia, pesa muito o Partido Socialista Brasileiro. “Se eu sair ou ficar no PDT, de qualquer maneira, sofrerei um trauma. Se eu ficar no PDT, será um trauma para mim e para os meus eleitores, em que levo muito em consideração as manifestações para que eu saia do PDT. Se eu for para o PSB, apenas eu sofrerei o trauma”, pontuou.

Ferreira Gomes
Há uma semana, em reunião na Assembleia Legislativa do Ceará, o presidente do PDT, Carlos Lupi e o grupo dos Ferreira Gomes acertaram o futuro político da legenda, com o ingresso do grupo no PDT. Heitor tinha a pretensão de se candidatar à Prefeitura de Fortaleza pela legenda, mas a chegada dos irmãos Ferreira Gomes, bem como do atual prefeito da Capital, Roberto Cláudio, o constrange e o motiva a sair da sigla.

Com informações do OE


Curtir: