Bastidores, Partidos
Atualizado em: 09/07/2011 - 9:06 am

Deputado licenciado Gony Arruda durante entrevista coletiva na AL. Foto - Edspn Júnior Pio

O PSDB protocolou, na noite desta sexta-feira (8), o pedido de cassação do mandato do deputado estadual Gony Arruda (sem partido) no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), por infidelidade partidária.

Segundo o presidente estadual do PSDB no Ceará, Marcos Cals, a orientação sobre o caso Gony partiu da executiva nacional da sigla.

Infidelidade
O PSDB afirma que o ex-tucano assumiu a Secretaria estadual de Esportes sem o consentimendo da legenda e após uma campanha eleitoral em que a sigla se posicionou como oposição ao governo Cid Gomes.

Injustiça
Do outro lado, Gony Arruda afirma que está sendo vítima de perseguição e que vai se defender na justiça. Ele anunciou a desfiliação do PSDB, em coletiva à imprensa, no dia 13 de junho.

O parlamentar, que está licenciado do cargo, ocupa atualmente a secretaria de Esportes do Governo Cid Gomes (PSB) e se diz “injustiçado” pela cúpula tucana.

Leia também: Gony anuncia desfiliação do PSDB para evitar expulsão 
Em nota, PSDB diz que vai adotar “as medidas necessárias” no caso Gony Arruda
PSD coleta nome até de morto e é acionado pela oposição

Debandada
Além de Gony Arruda, outros dois deputados estaduais (Rogério Aguiar e Osmar Baquit)  anunciaram a decisão de trocar o PSDB pelo PSD. Nos bastidores, a informação é de que os deputados Neném Coelho, Téo Menezes e José  Teodoro também estariam dispostos a deixar o ninho tucano. Nenhum deles, no entanto, apresentou pedido oficial para deixar o PSDB.

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me