Congresso
Atualizado em: 04/07/2011 - 7:07 pm

Senador Alvaro Dias (PSDB)

Líder do PSDB no Senado, Alvaro Dias (PR) anunciou nesta segunda-feira (4) que seu partido vai solicitar uma audiência pública com o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, e o diretor-geral afastado do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Luiz Antônio Pagot, para que eles prestem esclarecimentos sobre as denúncias de superfaturamento de obras envolvendo essa pasta.

Convocação
O requerimento de audiência será apresentado à Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI), cuja reunião deliberativa está prevista para a próxima quinta-feira (7). De acordo com o PSDB, o requerimento prevê a convocação do ministro Alfredo Nascimento e o convite do diretor-geral do Dnit. A diferença é que a convocação torna a presença do ministro obrigatória, sob pena de crime de responsabilidade.

Leia ainda: Após denúncia, Dilma manifesta confiança no ministro Alfredo Nascimento
Quatro integrantes da cúpula do Ministério dos Transporte são afastados por suspeita de cobrança de propina

Denúncia
De acordo com a edição desta semana da revista Veja, existiria um esquema de corrupção no Ministério dos Transportes que envolve projetos de obras em rodovias e ferrovias. Após as denúncias, funcionários do alto escalão dessa pasta foram afastados – incluindo Luiz Antônio Pagot. Mas, para Alvaro Dias, o próprio ministro deveria se afastar durante o período de investigações.

“Os fatos são graves. O afastamento foi correto, mas há necessidade de investigações mais profundas”, disse.

CPI
Alvaro Dias ainda afirmou que o partido pretende enviar uma representação ao Ministério Público Federal solicitando a abertura de investigações, um requerimento à Polícia Federal e um pedido de auditoria especial para o Tribunal de Contas da União (TCU).

“Estamos também avaliando, junto à assessoria jurídica do PSDB, se é o caso de pedir uma CPI [Comissão Parlamentar de Inquérito]”, disse o líder tucano.

Da Agência Senado com informações da Folha.com

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me