Câmara Municipal Fortaleza

Psol lança candidatura à presidência da Câmara e PT pode seguir mesmo caminho

Psol lança candidatura à presidência da Câmara e PT pode seguir mesmo caminho. João Alfredo é o candidato do Psol; Acrísio Sena pode concorrer à reeleição. Montagem: Kézya Diniz

O vereador João Alfredo (Psol) confirmou nesta terça-feira (11) que será candidato à presidência da Câmara Municipal de Fortaleza. O parlamentar deve concorrer contra o vereador Walter Cavalcante (PMDB), que já garantiu apoio da base aliada do futuro prefeito. Já o PT, que colocou o nome de Acrísio Sena na disputa, só deve bater o martelo pela candidatura na quinta-feira (13).

Psol
Durante entrevista, João Alfredo  disse que  vem conversando com outros vereadores e que apesar de respeitar todos os outros colegas não concorda com a interferência do Executivo na eleição da Câmara de Fortaleza. O vereador disse que entra na disputa “por não aceitar que o nome do presidente seja indicado pelo prefeito”.

PT
O líder da atual prefeita na Câmara, vereador Ronivaldo Maia (PT), também sustenta que Acrísio Sena (PT), presidente do Legislativo, vai concorrer à reeleição com o apoio do Partido dos Trabalhadores. A legenda, no entanto, e o próprio Acrisio Sena, afirmam que o martelo sobre a candidatura só será batido durante reunião marcada para a próxima quinta-feira (13).

Articulação
Acrísio Sena não dá detalhes e evitar comentar, mas já esteve reunido com o senador Eunício Oliveira (PMDB). O peemedebista vem trabalhando na formação de um grupo “eclético” e “consensual” e já conversou inclusive com o futuro prefeito Roberto Cláudio (PSB).

PMDB na cabeça
O vereador Walter Cavalcante (PMDB) é o nome de consenso das lideranças partidárias que formam a futura base aliada do prefeito eleito Roberto Cláudio na Câmara Municipal de Fortaleza. O nome dele foi escolhido após reuniões no último final de semana.

Veja aqui:
Walter Cavalcante ganha apoio de líderes e deve ser candidato único à Presidência da Câmara

PMDB, PSB e os aliados
O peemedebista vinha ganhando espaço e já aparecia entre os mais cotados ao lado do vereador Elpídio Nogueira (PSB). A escolha de Cavalcante evita o domínio absoluto do PSB que já comanda a Assembleia Legislativa, tem o governo do Estado e, a partir de 1° de janeiro de 2013, a prefeitura de Fortaleza. Elpídio Nogueira agora quer a primeira secretaria. Já a primeira vice-presidência ficará com o vereador José do Carmo (PSL).

Igual a ALEC
A articulação tenta seguir o mesmo modelo da eleição da Assembleia Legislativa com a disputa restrita aos bastidores para evitar o confronto aberto na disputa pelo voto dos colegas. Na Assembleia, Zezinho Albuquerque (PSB) foi eleito por unanimidade e a composição da Mesa Diretora atente a proporcionalidade da representação dos partidos com oito siglas em 10 cargos.

Leia aqui: Por unanimidade, Zezinho Albuquerque é eleito presidente da Assembleia Legislativa

Mudança no Regimento
Se na ALEC a eleição é no sistema de chapa com a indicação de todas as vagas, na Câmara a votação é diferente e cada uma das vagas é votada separadamente. Assim, tem uma eleição para presidência, outra para a vice – presidência e assim por diante.

Por isso, e na tentativa de contemplar os diferentes partidos, os vereadores também observam uma possível mudança no regimento da Câmara. A ideia é fazer a eleição com a apresentação da chapa completa.

Tá chegando!
A eleição da Câmara está marcada para o dia 1° de janeiro de 2013, às 17h, logo após a posse dos 43 vereadores eleitos para a composição da Câmara pelos próximos quatro anos.


Curtir: