Bastidores

PT determina “alternância”: Acrísio será empossado mas cumprirá metade do mandato

Decisão foi tomada em reunião da Direção Executiva Nacional. Foto: Divulgação

O vereador Acrísio Sena, que foi eleito para a Presidência do PT de Fortaleza, no dia 9 de abril, por uma diferença de apenas três votos, deverá assumir o comando da legenda mas apenas para “a primeira metade do mandato” de dois anos. A decisão foi tomada nesta quarta-feira (03) em reunião da Direção Executiva Nacional do PT.

O candidato que ficou em segundo lugar, Deodato Ramalho, deverá assumir o comando na sigla “na segunda parte do mandato”, atendendo a determinação Nacional.

“Compreendendo a unificação de todas as forças políticas como diretriz estratégicas para o processo de organização e fortalecimento do PT nesta capital, a executiva Nacional homologou acordo realizado entre os candidatos e representantes de chapas, autorizando e determinando a realização de alternância na tarefa de presidir o partido no próximo período; com o candidato Acrísio Sena devendo ser empossado para iniciar o mandato em sua primeira metade, sendo sucedido pelo candidato Deodato Ramalho , para cumprir a segunda metade”, diz o comunicado da Direção Executiva Nacional do PT, após análise do Processo de eleição direta do partido em Fortaleza.

Entenda o caso
O vereador Acrísio Sena foi eleito, no dia 9 de abril, como o novo presidente do PT de Fortaleza. Ele venceu a disputa por 1.509 votos, contra 1.506 do ex-vereador Deodato Ramalho. O resultado, no entanto, foi contestado através de um recurso apresentado por Deodato que tenta anular a apuração de uma das urnas (na Barra do Ceará).

Por fim
Nesta quarta-feira, 3 de maio, a Executiva Nacional decidiu pela alternância entre os dois candidatos no comando da sigla em Fortaleza.


Curtir: