ALEC Denúncia

Polêmica: PT promete acionar Ministério das Comunicações e cobra investigação contra TV Assembleia

Ronivaldo Maia é o líder da prefeita Luizianne Lins na CMFor. Foto: Genilson de Lima

O PT de Fortaleza (PT) anunciou que vai questionar oficialmente o suposto “boicote” da TV Assembleia à entrevista da prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, na última segunda-feira (18). O partido levanta suspeitas sobre uma possível censura por motivos políticos, já que o presidente do Poder Legislativo Estadual, deputado Roberto Cláudio, é um dos pré-candidatos do PSB a sucessão municipal.

A polêmica se deu após a interrupção do sinal da TV Assembleia, durante o programa Jogo Político, quer iria transmitir uma entrevista do jornalista Fábio Campos com a prefeita de Fortaleza na noite da última segunda-feira (18).

Explicações
Segundo o líder do Governo na Câmara Municipal, vereador Ronivaldo Maia, o PT vai recorrer ao Ministério das Comunicações e à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), para que solicite explicações à TV Assembleia. O Partido também vai pedir uma investigação por parte do Ministério Público Federal, já que trata-se de uma concessão pública da União.

Ronivaldo Maia também afirmou que o PT vai procurar o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Ceará (Sindjorce) e a Federação Nacional dos Jornalitas (Fenaj), para que as instituições se posicionem sobre o fato ocorrido.

Fenaj acionada
Na tarde desta quarta-feira (20), o assessor de comunicação da prefeitura, Demétrio Andrade, afirmou em seu Twitter pessoal que, além do PT entrar com representação no Ministério Público Federal (MPF), Luizianne Lins irá acionar a Fenaj. A prefeita também deve solicitar uma reunião com o Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, para informar sobre o fato.

Fonte: Reprodução/Twitter

O que diz a AL
Em nota à impressa, a Assembleia Legislativa disse que a interrupção do programa aconteceu em consequência do trabalho técnico que está sendo feito na interligação do transmissor analógico com o digital.

Acompanhe na íntegra o que diz a Assembleia Legislativa sobre o caso:

A Coordenadoria de Comunicação Social da Assembleia Legislativa informa que na segunda-feira (18/06) à noite, durante cerca de quatro horas, houve interrupções na programação da TV Assembleia (canal 30). O problema é consequência do trabalho técnico que está sendo feito na interligação do transmissor analógico com o digital.
A Coordenadoria informa ainda que as interrupções podem voltar a acontecer ao longo desta semana; sem prejuízo, porém, de qualquer programa que será transmitido em horário alternativo, tão logo o sinal esteja estabilizado, como ocorreu ontem à noite.

A Coordenadoria de Comunicação Social da Assembleia Legislativa do Ceará reafirma o compromisso com um Parlamento forte, transparente, independente e democrático.


Curtir: