Pesquisa
Atualizado em: 22/04/2011 - 2:08 pm

Dados divulgados nesta sexta-feira (22) pela pesquisa do Instituto Datafolha, revelam que os eleitores da chamada “nova classe média” (aquela com renda mensal que vai de três a 10 salários mínimos) são os que mais manifestam preferência pelo PT.  Enquanto o PSDB registra seu melhor desempenho entre os eleitores brasileiros com renda familiar superior a 10 salários mínimos.

Entre os mais ricos, o PT tem o menor índice de aceitação, com 16%. No entanto, o Partido dos Trabalhadores aparece fica à frente das outras siglas em todas as faixas de renda, com 26% da preferência.

Disputa
A disputa pela conquista da classe média já foi tema de artigos, matérias de jornais e, recentemente, resultou em uma intensa troca de farpas entre os ex-presidentes da República, Fernando Henrique Cardoso e Lula da Silva.

A chamada “nova classe média” ou “classe C” é formada por eleitores com renda entre R$ 1.636 e R$ 2.725 e que tiveram acesso aos bens de consumo nos últimos anos.

Nem aí
O que também chama atenção na pesquisa é que 54%, ou mais da metade dos entrevistados, diz não ter preferência por nenhuma legenda.

Já era de se esperar. Afinal, se nem a classe política (existem exceções) consegue sustentar a preferência por uma sigla – seja diante da alternância de poder ou da necessidade de acompanhar os” ideais” de quem está com a caneta nas mãos – é aceitável que o eleitor evite manifestar essa predileção.

O resultado completo está disponível para assinantes da Folha e do Uol. Para saber mais, clique aqui.

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me