Copa 2014

“Puxadinho”: Ministro do TCU irá vistoriar obra no aeroporto de Fortaleza

"Puxadinho": Ministro do TCU irá vistoriar obra no aeroporto de Fortaleza. Foto: Agência Brasil
“Puxadinho”: Ministro do TCU irá vistoriar obra no aeroporto de Fortaleza. Foto: Agência Brasil

Relator de fiscalização das obras da Copa de 2014, o ministro Valmir Campelo, do Tribunal de Contas da União (TCU), virá ao Ceará para avaliar, pessoalmente, o andamento das obras de reforma e ampliação do Aeroporto Internacional Pinto Martins. O roteiro oficial ainda não tem data definida. Mas, a ideia é fazer uma avaliação do terminal aéreo de Fortaleza.

Puxadinho
O ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, esteve em Fortaleza, onde anunciou que o Aeroporto Pinto Martins terá um terminal provisório durante a Copa. A estrutura, que funcionará por apenas três meses, custará R$ 3,5 milhões. O “puxadinho” foi a solução encontrada para atender à demanda devido ao atraso das obras. Segundo informações oficiais, apenas 21,5% da obra estão concluídos.

Punição
Para o ministro do TCU, a solução encontrada para o atraso das obras é um verdadeiro absurdo, além de um grande desrespeito à população cearense e aos turistas que virão assistir aos jogos da Copa. Campelo disse, ainda que, se for o caso de punição, os culpados serão convocados a prestar esclarecimentos. “O TCU vai punir, se for o caso, os executores da obra”, disse, acrescentando que fará um levantamento da situação.

Era óbvio
Recentemente, o ministro já havia demonstrado preocupação com o ritmo das obras da Copa no País. “Existe muita coisa a ser feita e pouco tempo hábil para tanto”, disse. Sobre o cumprimento de cronogramas, o ministro disse que “tudo será fiscalizado” e, “caso tenha havido negligência, na avaliação dos prazos, o TCU buscará a responsabilização a quem deu causa.” Disse, ainda que a maior preocupação do TCU é com a mobilidade urbana e os aeroportos, porque se trata do maior legado que vai ficar para a sociedade.

Silêncio
Representantes ligados ao governo evitaram comentar o atraso nas obras do terminal de passageiros do Aeroporto Pinto Martins, que não ficarão prontas para a Copa do Mundo. O secretário especial da Copa no Ceará, Ferruccio Feitosa, afirmou por meio de sua assessoria, que não vai se pronunciar sobre o assunto.

Com informações do jornal O Estado


Curtir: