Eleições 2014

Quem pode ser eleito pelo Ceará à Câmara Federal, conforme levantamento do Diap

Quem pode ser eleito pelo Ceará à Câmara Federal, conforme levantamento do Diap. Foto: José Cruz/Agência Brasil
Quem pode ser eleito pelo Ceará à Câmara Federal, conforme levantamento do Diap. Foto: José Cruz/Agência Brasil

A coligação que apóia a candidatura de Camilo Santana (PT) pode fazer de 13 a 15 deputados federais, enquanto a de Eunicio Oliveira (PMDB) elegerá de 7 a 9, segundo levantamento do Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar). Luizianne Lins (PT), Moroni Torgan (Dem) e Leônidas Cristino (Pros) são alguns dos nomes cotados para se elegerem, conforme o estudo, mas há também velhos conhecidos da Câmara Federal.

Há 21 anos, o Diap elabora a conceituada lista na qual todo deputado e senador quer entrar: a dos 100 parlamentares mais influentes do país.

Ceará
O departamento, com sede em Brasília, fez uma projeção das bancadas federais de todos os estados. No Ceará são 195 candidatos, para 22 vagas.

Estudo
Os nomes dos candidatos foram escolhidos a partir de consulta a jornalistas, parlamentares, pesquisas eleitorais e especialistas, informa o instituto, em sua página na internet (www.diap.org.br).

Estimativa
Vale lembrar que a pesquisa é apenas uma estimativa dos candidatos mais competitivos, o que significa que os nomes citados não estão eleitos. Pode haver surpresas, mas, segundo o próprio órgão, “trata-se de um esforço de antecipar tendência em relação à composição das bancadas partidárias, identificando os candidatos com potencial de eleição”.

“Esquecidos”
Além disso, colocar em evidência uma eleição que costuma ficar esquecida – a dos deputados. Isso porque a corrida eleitoral fica centra nos cargos ao Executivo.

Candidatos competitivos
Veja abaixo a lista elaborada pelo Diap, com nomes dos candidatos considerados mais competitivos no Ceará, entre as diferentes legendas que disputam a eleição.

DEM

  • Deve eleger um nome. Mais cotado: Moroni Torgan.

PCdoB

  • Deve eleger de um a dois nomes. Mais cotados: Chico Lopes e Inácio Arruda.

PDT

  • Deve eleger um nome. Mais cotado: André Figueiredo.

PP

  • Deve eleger de dois a três nomes. Mais cotados: Eugênio Rabelo, Paulo Lustosa e Chagas Macedo.

PR

  • Deve eleger de um nome. Mais cotados: Gorete Pereira.

Pros

  • Deve eleger de quatro a seis nomes. Mais cotados: Antônio Balhman, Ariosto Holanda, Domingos Neto, Edson Silva, Vicente Arruda e Leônidas Cristino.

PSDB

  • Deve eleger um nome. Mais cotados: Raimundo Gomes de Matos.

PT

  • Deve eleger de dois a quatro nomes. Mais cotados: Eudes Xavier, José Airton, José Nobre Guimarães e Luizianne Lins.

PMDB

  • Deve eleger de quatro a cinco nomes. Mais cotado: Danilo Forte, Mário Feitosa, Mauro Benevides e Zé Gerardo.

PHS

  • Deve eleger um nome. Mais cotado: Adail Carneiro.

PRB

  • Deve eleger um nome. Mais cotado: Ronaldo Martins.

PSD

  • Deve eleger um nome. Mais cotado: Almicy Pinto.

SDD e PTB

  • Devem eleger um nome. Mais cotado: Genecias Noronha e Arnon Bezerra, respectivamente.

Curtir: