Corrupção, Nacional
Atualizado em: 02/08/2011 - 8:30 pm

Renan Calheiros (PMDB/AL) foi um dos colegas que manifestou apoio ao ex-ministro dos Transportes. Foto: José Cruz/Agência Brasil

O líder do PT, senador Humberto Costa (PE), o líder do PMDB, senador Renan Calheiros (AL), e o líder do governo, senador Romero Jucá (PMDB-RR) manifestaram em apartes apoio ao senador Alfredo Nascimento (PR-AM), que se defendeu em Plenário de denúncias relacionadas ao Ministério dos Transportes.

Nascimento foi convidado a pedir demissão no início de julho.

Leia mais:
Ministro dos Transportes é o segundo a cair no governo Dilma    
Após crise nos Transportes, assessor do Planalto diz que “Não há caça às bruxas” nos ministérios   
Líder do governo lamenta fala do irmão contra ministro da Agricultura  
“Alí só tem bandido”, diz irmão de Romero Jucá ao denunciar corrupção no Ministério da Agricultura 

Humberto Costa lembrou também ter sido acusado de cometer irregularidades, ao tempo em que foi ministro da Saúde, no primeiro governo de Luiz Inácio Lula da Silva, sendo posteriormente inocentado pela Justiça. Humberto Costa criticou a oposição, por ter pedido em Plenário o afastamento de Nascimento do Ministério dos Transportes, em meio às denúncias publicadas pela imprensa, e agora dizer que fará uma “investigação republicana”.

Renan Calheiros saudou Alfredo Nascimento pelo pronunciamento. Para ele, o colega ofereceu aos pares a oportunidade de ouvir o contraditório. E Romero Jucá elogiou a conduta de Alfredo Nascimento.

Lixo
O senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), por sua vez, respondeu a Humberto Costa que as denúncias sobre o Ministério dos Transportes não partiram da oposição.

“O ‘denuncismo’ não veio de nós. Quem tratou o PR como se fosse lixo, nas palavras do senador Alfredo Nascimento, foi a Presidência da República”, disse o parlamentar, para quem o próprio governo vazou as denúncias contra Nascimento e o PR.

Com informações da Agência Senado.

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me