Ceará

Renato Roseno diz que PT não representa ideais da esquerda

Renato Roseno diz que PT não representa os ideais da esquerda. Foto: Arquivo do blog
Renato Roseno diz que PT não representa os ideais da esquerda. Foto: Arquivo do blog

O Partido dos Trabalhadores é, hoje, um partido afastado dos ideais da esquerda. A avaliação é do advogado Renato Roseno, uma das principais lideranças do Psol no Ceará. Ele disse que o PT se tornou um partido comum e que não trabalha para colocar o Brasil nos eixos com foco em beneficiar a sociedade, principalmente nas faixas mais pobres, que tem dificuldade de sobrevivência.

Novo comando
A crítica de Roseno também faz referência à eleição da nova direção do PT no Ceará, que terá o comando de Francisco de Assis Diniz, a partir do próximo dia 10 de dezembro. Em entrevista ao jornal O Estado, ele acrescenta que essa nova direção aderiu “ao projeto que está aí”, numa referência ao governo Cid Gomes, que segundo avalia, está “fazendo uma administração só para as elites”.

“Faraônico”
“O projeto que hoje nós temos no Ceará é a ausência total de debates, porque o governador faz tudo sem consultar ninguém, obras faraônicas que não vão ajudar em nada no cômputo geral”, critica. Ele afirma que a responsabilidade do Psol, no cenário político, é apresentar um projeto alternativo para que a população tenha opção de escolha.

“A eleição da nova direção do PT no Ceará vai piorar o que já estava ruim, porque a preocupação é manter a presidente Dilma Rousseff no poder, o que é muito ruim para o Brasil, e manter esse projeto estadual através de um candidato que vai ser escolhido pelo governador Cid Gomes”, disse Roseno.

Em 2014
Ele confirma que o Psol vai ter candidato próprio ao governo do Estado e ao Senado da República, além de candidaturas para concorrer às vagas na Câmara Federal e na Assembleia Legislativa. Roseno ainda não cita os nomes que irão disputar os cargos majoritários, mas enfatiza que o partido tem um projeto de “governo sério”.

Com informações do jornal O Estado. Para acompanhar diariamente as matérias do caderno de política do jornal, clique aqui. 


Curtir: