Fortaleza

Roberto Cláudio diz que proposta de demolir Praça Portugal não é definitiva

Roberto Cláudio diz que proposta de demolir Praça Portugal não é definitiva. Foto: Kézya Diniz
Roberto Cláudio diz que proposta de demolir Praça Portugal não é definitiva. Foto: Kézya Dinizroberto

O projeto de demolição da Praça Portugal continua gerando debate em Fortaleza. O prefeito Roberto Cláudio (Pros) afirmou que a modificação na Praça não é definitiva. “O projeto está aberto a sugestões”, disse RC revelando a tentativa da gestão de evidenciar que a prefeitura não fechou os ouvidos para a sociedade, apesar de ressaltar que o projeto anunciado pela administração é o mais viável.

Segundo Roberto Cláudio, a mudança preferida pela prefeitura é a que transforma a Praça Portugal em outras quatro praças, com 35% de área total de passeio a mais do que o atual logradouro. “Pelas análises que fizemos, esse é o projeto preferido, mas ainda pode ser mudado”, afirmou.

Alternativas
As outras alternativas seriam a construção de túneis na Avenida Dom Luís ou na Avenida Desembargador Moreira. As propostas, no entanto, foram descartadas pela gestão em razão dos prejuízos e dos custos, segundo afirma o prefeito.

Sem intervenção
O prefeito garantiu que não haverá nenhuma intervenção na Praça Portugal até maio. De acordo com ele, primeiro será feito o binário nas Avenidas Santos Dumont e Dom Luís, onde serão retirados os canteiros centrais para dar lugar a faixas de ônibus, automóveis e bicicletas. Após o término das obras, previsto para o dia 31 de maio, será executada a mudança na Praça Portugal. “É bom entender que o projeto permitirá que as pessoas frequentem as praças. A discussão refere-se à política de ações imediatas de trânsito e não apenas à Praça Portugal”.

Árvores
De acordo com o prefeito, as árvores retiradas do canteiro central das vias para a implantação de binários serão replantadas nas Avenidas Paulino Rocha e Juscelino Kubitschek. “Se fosse para passar a motosserra, executaríamos em uma semana”, disse.

Leia ainda:
“Prefeito cupim”: Vereador diz que Roberto Cláudio é “viciado em destruir árvores”
Oposição na Câmara critica proposta de demolição da Praça Portugal
Comunidade Portuguesa defende a manutenção da Praça Portugal
Lula Morais chama Praça Portugal de “entulho” e defende o fim do espaço

Câmara
Em resposta à crítica de vereadores quanto ao descumprimento da Lei Orgânica do Município, Roberto Cláudio assegurou que o projeto passará pelo crivo da Câmara Municipal antes do início das obras.

Liminar
Na noite de segunda-feira, a Justiça concedeu liminar suspendendo o início das obras do Plano de Ações Imediatas em Transporte e Trânsito de Fortaleza. A ação foi impetrada pelo vereador Ronivaldo Maia (PT), afirmando que as obras ferem o artigo 196 da Lei Orgânica do Município. Conforme a Lei, “qualquer alteração arquitetônica ou mudança de nome de praça pública deve ser submetida à apreciação da Câmara Municipal”.

O juiz Manoel de Jesus da Silva Rosa determinou que a Prefeitura cancelasse qualquer demolição até a decisão da Vara da Fazenda Pública. O prefeito rebateu a determinação, afirmando ser “inócua, já que o projeto está aberto a sugestões”.

Com informações do jornal O Estado


Curtir: