Fortaleza

Roberto Cláudio marca novos prazos para obras não concluídas

Roberto Cláudio é o prefeito de Fortaleza. Foto: Tiago Stille
Roberto Cláudio é o prefeito de Fortaleza. Foto: Tiago Stille

Com a proximidade do início da Copa do Mundo e dos jogos que acontecerão na Arena Castelão, em Fortaleza, algumas obras de mobilidade urbana prometidas para este período já estão sendo entregues, mas outras receberam um novo prazo para serem inauguradas. 

Pra depois
O prefeito Roberto Cláudio informou que ainda existem “outras ações em andamento de preparação de vias alternativas do entorno da Arena, como iluminação e pavimentação”. Porém, outras obras serão entregues com atraso e outras terão início no segundo semestre.

Na Avenida Raul Barbosa com a Murilo Borges, por exemplo, as obras tiveram início ontem para a abertura de uma alça. “Temos um ano e dois meses em média para entrega de um elevado na Raul Barbosa e na Murilo Borges será feita uma rotatória na superfície”, disse RC.

Segundo ele, o trânsito no local não vai sofrer, pois é uma área onde já houve uma desapropriação pacífica. “Isso vai nos permitir a construção de uma alça em 15 dias. Nessa mesma área, iniciamos nessa semana uma alça de quem vem na Raul Barbosa no sentido praia sertão”.

Desapropriação
Na Avenida Silas Munguba com a rua Germano Franklin, Roberto Cláudio antecipou que está realizando a desapropriação da região e que, na segunda quinzena de julho, após a Copa, será dado início a construção de dois elevados sobre a Germano Franklin. “Isso permitirá uma ligação do lado oeste da cidade. Quem estiver no Conjunto Ceará, por exemplo, virá pela Fernandes Távora, margeará a lagoa da Parangaba, subirá nos elevados, virá pela Dedé Brasil, mergulhará na Paulino Rocha e encaixará na BR-116. A importância dessas obras é que quando estiverem prontas permitirá ao trabalhador a existência de corredores exclusivo de ônibus, que serão sanfonados e com ar-condicionado”.

Atrasos
Quanto aos transtornos que as obras causam à população, Roberto Cláudio explica os motivos e afirma que, mesmo com os atrasos na entrega, comemora os resultados. “Iniciamos diversas intervenções de mobilidade exatamente porque havia um pacto de responsabilidade da prefeitura assinado dois anos antes de eu assumir a prefeitura. Quando assumimos, descobrimos que não havia projeto executivo aprovado nem desapropriação realizada e nem aval de financiamento. Tivemos, então, que assumir prioridades e realizar algumas obras simultaneamente. Fizemos esse pacto com o Ministério das Cidades e tivemos que preparar em um ano e meio a duplicação da Alberto Craveiro, o túnel da Paulino Rocha, da Santos Dumont e conseguimos entrega-las em tempo hábil”.

Entregues
No último sábado (7), as vias que dão acesso à Arena Castelão (avenidas Alberto Craveiro e Paulino Rocha) foram inauguradas, juntamente com o túnel da rotatória do estádio, que liga as avenidas Silas Munguba à Paulino Rocha. O túnel, nominado de Jornalista Demócrito Rocha Dummar, tem extensão de 440 metros e duas pistas com três faixas em cada sentido. A obra de mobilidade na região foi realizada para interligar as avenidas Alberto Craveiro, Silas Munguba, Juscelino Kubitschek e Paulino Rocha.

Praça Portugal
Mesmo aprovada pela Câmara Municipal, o projeto de requalificação da Praça Portugal ainda sofre o impasse da justiça após expedição de liminar que barra qualquer intervenção no lugar. A requalificação da Praça faz parte das obras de mobilidade urbana da cidade.

Sobre o impasse, Roberto Cláudio informa que a decisão liminar não traz prejuízo aos prazos estabelecidos e que irá recorrer da decisão. “Nós não podemos licitar uma obra que afeta uma praça sem que a Câmara Municipal apreciasse o projeto. Após votação, só essa semana ele será publicado oficialmente, depois detalharemos o projeto de licitação que deve durar dois meses”. Durante entrevista, o prefeito informou que de acordo com o cronograma, as intervenções na Praça estão marcadas para acontecer na primeira quinzena de setembro.

Com informações do jornal O Estado


Curtir: