Fortaleza

Roberto Cláudio promete entrega de dois Cucas a partir de agosto

Novas licitações serão feitas (FOTO: Divulgação/Prefeitura de Fortaleza)

Colocar pra funcionar os Centros Urbanos de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cucas) das secretarias regionais V, no Mondubim, e VI, no conjunto São Cristóvão, a partir de agosto. Essa é meta estabelecida pelo prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, na última quinta-feira (10), após visita aos dois Cucas.

Para isso, será necessária a conclusão das obras, com recursos do próprio tesouro municipal, além da compra de equipamentos e contratação de pessoal. Veja o vídeo da visita aqui.

Sem condições
Apesar de terem sido inaugurados pela antiga gestão, os Cucas estão sem condições de uso pela população que deveria ser beneficiada. Além disso, os dois contratos já foram aditivados no valor máximo permitido pela legislação brasileira, de 25%, e não há mais recursos do convênio com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) a serem utilizados, apenas para pagar os trabalhos já realizados e ainda não pagos pela gestão anterior.

“Há um longo caminho ainda a ser percorrido para que os Cuca das regionais V e VI possam ser entregues. Infelizmente todo o dinheiro foi comprometido e as obras não ficarão prontas mesmo assim. Iremos tomar as iniciativas e medidas necessárias, fazer uma nova licitação para terminar o teatro e a rua que fica entorno do Cuca do São Cristóvão, comprar equipamentos para montar os laboratórios dos dois Cucas e contratar pessoal”, garantiu Roberto Cláudio.

Saiba mais:
Nova gestão da Prefeitura de Fortaleza diz que Cuca foi inaugurado por Luizianne sem estar concluído

Canal com fezes
No caso do Cuca da Regional VI, além da obra estar apenas 55% concluída, outra preocupação é a construção de um canal que passa no meio do Centro, trazendo riscos à saúde e à segurança dos jovens e crianças que vão utilizar o local. “Foi construído um canal que está cheio de fezes e passa pelo meio do Cuca, um absurdo. Precisamos encontrar uma solução de engenharia para resolver esse problema”, afirmou o prefeito.

E ainda
Com relação ao Cuca entregue pela gestão anterior, o da Regional I, Roberto Cláudio defendeu que o atendimento precisa ser ampliado e melhorado, já que nos fins de semana e no turno da noite, quando os jovens mais precisam de atividades de lazer, esportes e cultura, o Cuca da Barra do Ceará está fechado.

“É exatamente nesses momentos em que a sedução do tráfico e a ociosidade acabam impondo caminhos nefastos aos nossos jovens. E é nesses momentos em que o Cuca deve exercer o papel social mais importante”, defendeu.

Com informações da Prefeitura de Fortaleza


Curtir: