Eleições 2014

Rui Falcão diz que PT precisa “prestigiar aliados” e que Luizianne terá “papel fundamental” na reeleição de Dilma

Rui Falcão diz que PT precisa "prestigiar aliados" e que Luizianne terá "papel fundamental" na reeleição de Dilma
Rui Falcão diz que PT precisa “prestigiar aliados” e que Luizianne terá “papel fundamental” na reeleição de Dilma

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, defendeu nesta quinta-feira (16), no Ceará, que o partido prestigie os aliados ao comentar o processo eleitoral. Para ele, neste momento, qualquer declaração de apoio é precipitada.

“É prematuro definir qualquer palanque. Nós não queremos confrontar com os aliados. Tem companheiro que acham que a presidenta [Dilma] só deva ir em palanques dos candidatos do PT. Acho uma política equivocada. Nós devemos prestigiar os aliados”, pontuou.

O dirigente veio a Fortaleza para conversar com lideranças e parlamentares sobre conjuntura política e eleitoral, tanto em nível nacional, quanto estadual.

Cid ou Eunício
Rui Falcão evitou entrar em polêmicas mas deixou claro que o PT do Ceará não vai abrir mão de disputar a vaga de senador na chapa majoritária. Já sobre a cabeça de chapa para o governo do Estado, o petista disse ter “simpatia” pela candidatura de Eunício Oliveira, no entanto, deu a entender que a queda de braço deve ser resolvida entre o senador peemedebista e Cid Gomes.

O PT vai ficar apenas acompanhando o desenrolar dos fatos. O dirigente afirmou, em entrevista, que a presidente Dilma Rousseff (PT) deve retribuir o apoio a Cid Gomes, que, no ano passado, trocou o PSB pelo Pros para permanecer na base governistas e defender a reeleição da petista.

Luizianne
Rui Falcão afirmou, no entanto, que o PT trabalha na perspectiva de manter a unidade da base aliada. O presidente do PT também minimizou o racha interno do partido no Ceará, afirmando que a ex-prefeita Luizianne Lins terá um “papel fundamental” na campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff. E classificou como “natural” a multiplicidade de pensamentos e teses.

Cid Gomes
À tarde, Rui Falcão se reúne com o governador Cid Gomes (Pros). Questionado sobre o encontro, inicialmente, Falcão negou o encontro. Depois, afirmou que a conversa seria “naturalmente” ligada a Copa do Mundo e sucessão eleitoral.

PMDB
Sobre a queda de braço com o PMDB, Rui Falcão disse ver com naturalidade que os partidos defendam seus espaços e queiram ampliá-los, inclusive afirmou que o PT conversou com Dilma Rousseff no intuito de não perder espaço na reforma ministerial. “Não acredito que esta disputa vá levar ao rompimento”.


Curtir: