Ceará

Saúde: Promotora quer Estado assumindo obrigações que Prefeitura de Fortaleza não cumpre

Promotora de Saúde quer que Estado assuma obrigações que a Prefeitura da capital não consegue cumprir. Foto: reprodução TV Jangadeiro.

Termina este mês o prazo dado, pelo Governo do Estado, para que a prefeitura de Fortaleza reassuma o fornecimento de leite especial para crianças com distúrbios alimentares.  Quem procura o município para receber o produto, diz que não consegue obter qualquer resposta.

Responsabilidade
Por telefone, a Secretaria de Saúde do Município disse à produção do Jornal Jangadeiro que o fornecimento não é de responsabilidade da prefeitura da capital.

Já a promotora de Saúde, Izabel Porto, entrevistada pela reportagem, afirmou que a responsabilidade é sim da prefeitura de Fortaleza, mas vai tentar garantir na Justiça que o Estado continue a fornecer o leite.

O caso já foi parar no Ministério Público Estadual. E enquanto a situação não é resolvida, as famílias temem pela saúde das crianças que deveriam ser beneficiadas. 

Acompanhe a reportagem de Omar Jacob exibida no Jornal Jangadeiro :

Comento
Mais uma vez a história se repete: a população precisa de um serviço, procura a prefeitura de Fortaleza e, no município, recebe a informação de que a responsabilidade é do Governo do Estado. Aí o cidadão se desloca até uma secretaria estadual e lá descobre que o caso é de competência da prefeitura.

Jogo do Empurra
Ou seja, começa o jogo do empurra: o Estado diz que a responsabilidade é da prefeitutra de Fortaleza, a prefeitura diz que é do Estado. Na prática, ninguém resolve o problema e quem arca com o prejuízo é a população.

Absurdo!
No caso da reportagem exibida nesta sexta-feira (03) no Jornal Jangadeiro o “prejuízo” pode ser pago com a vida de uma criança.  Sem saber a quem recorrer, a população procura o Ministério Público Estadual. Este, por sua vez, ingressa com ações para fazer com que os agentes públicos cumpram suas obrigações. Repito, OBRIGAÇÕES.

Obrigação
No caso específico, a promotora de saúde Izabel Porto ainda atesta a falência administrativa e financeira da gestão da prefeita Luizianne Lins (PT).

“Nós sabemos que o município de Fortaleza está passando por dificuldades tanto, a meu ponto de ver, gerenciais como financeiras, e vai ser mais uma expectativa que a gente vai gerar para o Poder judiciário, e aí nós vamos levar que o Estado promova esse programa dentro da secretaria de Saúde. Porque de nada adianta o Estado estar repassando recursos para o município de Fortaleza e o município não vir cumprindo a sua obrigação”, disse Izabel Porto.  

Parceria
Na campanha eleitoral governo e prefeitura venderam um mundo de parcerias que agilizariam os serviços beneficiando toda a população. Na prática, fica o jogo de empurra que penaliza até crianças. Vá dormir com um barulho desses.


Curtir:


3 thoughts on “Saúde: Promotora quer Estado assumindo obrigações que Prefeitura de Fortaleza não cumpre

  1. Olá estamos com mitos problemas incríveis aqui em Ferraz de Vasconcelos, também prefeitura não cumpre com alertas de gravidades contra queimadas constantes efetuadas todo dia de queimas de lixo irregular e precisamos muito que alguém assuma isso pois o vice prefeito também é um descaso e nem pode com ele mesmo e agora tudo fica parado e situação piorando todo dia efetuam enormes fumaças tem dia que chego tira foto de 5 lugares ao mesmo tempo queimando lixo com enormes fumaças, limpeza de terrenos com queimas constantes, todo dia, cheiro forte de fumaça e esse prefeito nada faz e já foi pedido pelo Ministério Público para ele fazer algo para impedir isso, mas nada fez até agora terai 30 dias e CETESB 60 para efetuar laudo tecnico detalhado, mas também não fizeram, já tentei de todo jeito com a prefeitura alertar as causas para resolverem e nada então recorro a tudo fora dela e a todos. também mas ninguém faz nada e toma providências dessa forma que a promotora tomou.

  2. Por aqui é diferente o Prefeito xinga em frente a cêmera, flagrado e tudo mais uma promotora de picareta e nada acontece com ele, como pode isso ?

Comments are closed.