Eleições 2014

Sem citar Eduardo Campos, Lula diz que mídia tenta inventar candidato para enfrentar Dilma

Durante o seminário, tanto Dilma quanto Lula disseram que esse sentimento de pessimismo não corresponde à situação real do Brasil. Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Durante o seminário, tanto Dilma quanto Lula disseram que esse sentimento de pessimismo não corresponde à situação real do Brasil. Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidente Dilma Rousseff participaram na terça-feira (14) de um seminário do PT em Porto Alegre. No evento, Lula reafirmou a candidatura da petista à reeleição e, sem fazer referência ao governador Eduardo Campos (PSB-PE), declarou que os meios de comunicação agora “começaram a inventar candidato contra ela”.

Campos
Nos últimos meses, Campos vem emitindo sinais de que poderá ser candidato a presidente em 2014.

Mídia
Segundo Lula, na semana passada, após a exibição do programa do PT, uma rede de TV colocou no ar um jornal “que dava a impressão de que o Brasil tinha acabado. A inflação acabou com o Brasil”.

Otimismo
Os discursos otimistas foram feitos em um momento em que o governo enfrenta problemas na relação com a base aliada e sofre críticas à sua política econômica. “Ao contrário de muitos segmentos no Brasil que fazem papel de pessimistas sistemáticos, especializados em pessimismo, a visão que se tem do Brasil é incrivelmente mais realista”, disse Dilma.

Petrobras
Ela rebateu críticas à situação da Petrobras. Segundo a petista, a parceria feita por empresas estrangeiras com a estatal no leilão da Agência Nacional de Petróleo e a captação bilionária feita pela Petrobras no exterior mostram a boa situação da empresa. Dilma disse ainda que, no segundo semestre, a produção de petróleo irá reequilibrar a balança comercial.

Com informações da Folha.com


Curtir: