Partidos
Atualizado em: 24/05/2011 - 9:09 am

José Serra e Aécio Neves.

Uma matéria publicada no jornal O Estado de S.Paulo desta terça-feira (24), informa que Tucanos ligados ao ex-governador José Serra ameaçam boicotar a convenção do partido, no sábado, em Brasília. É que para o PSDB paulista, a nova composição que se anuncia fortalece a indicação de Aécio como candidato a presidente em 2014.

O grupo, que conta com o apoio do governador de São Paulo Geraldo Alckmin, quer ver José Serra na presidência do Instituto Teotônio Vilela (ITV), órgão de estudos do partido. Outra exigência, é que o novo secretário-geral seja uma indicação da bancada paulista.

No entanto, a maioria dos senadores, em especial, Aécio Neves (MG), quer  Tasso Jereissati (CE) na presidência do ITV, além de defender a reeleição do deputado Rodrigo de Castro (MG) para a secretaria-geral.

Segundo o Estadão, tucanos ameaçam questionar na Justiça a recondução do senador Sérgio Guerra (PE) à presidência do PSDB, caso seus pleitos não sejam acatados.

Comento
O clima disputa interna no PSDB é tudo o que o governo Dilma precisa no momento em que Antônio Palocci é pressionado a revelar a os clientes e a natureza dos serviços prestados por sua consultoria.

Como o Democratas também passa por uma crise de unidade desde que o prefeito paulistano Gilberto Kassab criou o PSD, os maiores partidos de oposição acabam gastando mais tempo e energia resolvendo problemas caseiros do que fiscalizando o governo federal.

Já o ex-senador Tasso Jereissati tem dito há algum tempo aos mais próximos que pode até exercer o cargo no instituto, desde que a indicação seja ponto pacífico entre as partes em disputa. Como José Serra ainda não se manifestou sobre o pleito dos paulistas, resta esperar o desenrolar dos acontecimentos.

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me