Fortaleza

Servidores e empregados públicos de Fortaleza cruzam os braços na sexta-feira

A paralisação integra o ato nacional contra a reforma da Previdência convocado pelas centrais sindicais

Servidores municipais e empregados no serviço público de Fortaleza cruzam os braços, nesta sexta-feira, dia 31 de março, das 8h às 9h, em todas as unidades da Prefeitura Municipal de Fortaleza, numa mobilização convocada pela Frente das Entidades Representativas dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza (FERSEO-FOR). A paralisação integra o ato nacional contra a reforma da Previdência convocado pelas centrais sindicais.

Composta do nove sindicatos e três associações, a FERSEO-FOR foi articulada com as diversas entidades representativas dos servidores municipais com o objetivo de unificar as bandeiras gerais e mobilizar o conjunto dos servidores e empregados públicos de Fortaleza, “em função do momento de ataques aos direitos e conquistas da classe trabalhadora, reforma da previdência, reforma trabalhista, terceirização, limite dos gastos públicos, entre outros”.

Objetivo
A paralisação desta sexta-feira tem também o objetivo de envolver “todos e todas na luta por reajuste digno”. Na avaliação dos sindicatos e associações que compõem a frente, “é necessário mostrar para o Prefeito que esta é uma reivindicação geral dos servidores municipais”.

Integrantes
Integram a FERSEO-FOR: SINDISAÚDE (trabalhadores na saúde), SINDIURB (servidores da Urbfor), SINDIFAM (servidores fazendários), SINTSAF (servidores nível superior da saúde), SENECE (enfermeiros), SINDODONTO (odontólogos), SINDIGUARDA (guarda municipal), DINDIAUDIF (auditores da Sefin), SINASCE (agentes de saúde e endemias), AFIM (Associação dos Fiscais do Município), ASSEC (Associação dos Enfermeiros) e ASIMFOR (Associação dos Aposentados Fazendários).

Com informações da Assessoria


Curtir: