Fortaleza

Sindicato defende valorização da Educação em debate na Câmara de Fortaleza

Gardênia Paia destaca necessidade de discutir orçamento para a área. Foto: Genilson de Lima/CMFor

A Câmara Municipal de Fortaleza concedeu o tempo destinado ao grande expediente da sessão ordinária desta quinta-feira (22) para um debate sobre o Orçamento 2013 na área da educação e sobre o Piso Nacional do Magistério, acatando sugestão do Sindiute.

Para Gardênia Paiva, secretária geral do sindicato, é natural, no momento em que se debate o Orçamento para o próximo ano, a categoria esteja engajada e participando das discussões.

Transição
Em sua fala, Gardênia cobrou o agendamento de uma reunião com a atual e a futura gestão e levantou questionamentos. “Temos perguntas que não foram respondidas e buscamos a abertura da negociação. Esperamos sair daqui com uma data para sentarmos com a atual gestão e a gestão que virá para que tenhamos a possibilidade de iniciarmos uma rodada de negociação já que a data base é 1º de janeiro de 2013. Nós buscamos respostas, então é preciso que esta Casa possa escutar os professores através de seu Sindicato e possa responder as questões”, ressaltou Gardênia.

Dúvidas
Dos questionamentos da categoria, Gardênia destacou como ficará a condução das escolas após a entrega dos cargos comissionados; quem pagará os anuênios atrasados, que são em média três; como ficará a correção do enquadramento do PCCs e a concessão de licenças prêmios já publicadas em Diário Oficial.

Quem vai pagar?
Gardênia ainda assegurou que muitos venderam suas licenças prêmios e perguntou quem pagará esta pecúnia e se este valor estará contemplado no Orçamento. A secretária também questionou acerca da realização de um novo concurso para professores.

Valorização
Para finalizar, outra representante do Sindiute, Ana Cristina Fonseca, assegurou que “não existe escola pública de qualidade quando seus trabalhadores não são valorizados” e que irão “continuar da mesma forma, com a mesma força, travando o embate pela educação pública de qualidade”, disse.

Com informações da CMFor


Curtir: