Eleições 2014

Sucessão de Cid: Tese de candidatura própria do PT é “voto vencido”, diz Artur Bruno

Sucessão de Cid: Tese de candidatura própria do PT é "voto vencido", diz Artur Bruno
Sucessão de Cid: Tese de candidatura própria do PT é “voto vencido”, diz Artur Bruno

O deputado federal Artur Bruno (PT) afirmou que os petistas defensores da candidatura própria ao governo serão “votos vencidos”. Isso porque, segundo Bruno, diretório Nacional do partido já declarou apoio à continuidade do governo Cid Gomes, assunto que seria de interesse de Dilma Rousseff.

Pró Dilma
De acordo com Artur Bruno, a direção nacional da legenda recomenda que o partido no Ceará faça coligação com todos os que apoiam a reeleição de Dilma.

Sem chance
Se é assim, segundo ele, não tem como alguns petistas pensarem diferente na sucessão estadual, porque estarão contrariando a orientação nacional. Bruno não cita nomes, mas a declaração vai contra o desejo do grupo ligado a ex-prefeita Luizianne Lins.

Composição
O parlamentar diz ainda que no “momento certo” os partidos aliados vão escolher uma chapa majoritária para disputar o Governo do Estado. Ele reconhece que o governador Cid Gomes deverá indicar o nome da cabeça da chapa, que será avaliado pelos partidos da coligação.

Vice e Senado
O que o PT quer, segundo ele, é participar da chapa majoritária, nos cargos de vice-governador ou, principalmente, de senador.


Curtir: