Ceará

Tasso defende participação de membros do MP na política

Tasso defende participação de membros do MP na política
Tasso defende participação de membros do MP na política

O senador Tasso Jereissati (PSDB) defendeu a participação de integrantes do Ministério Público no processo eleitoral brasileiro.

Ao lado do presidente da Associação Nacional de Procuradores da República (ANPR), Alexandre Camanho, e do Procurador Geral de Justiça do Ceará, Ricardo Machado, o senador debateu a capacidade eleitoral passiva dos membros do Ministério Público, na manhã de sexta-feira (06), durante o 6º Congresso do Ministério Público da Região Nordeste.

Barrados
Desde 2004,com a aprovação de uma Emenda Constitucional, os membros do MP estão impedidos de disputar eleições para o Executivo e Parlamento.

Papel do MP
Durante palestra, Tasso Jereissati analisou a situação da política nacional ressaltando a falta de credibilidade dos políticos e a necessidade de uma participação efetiva dos mais variados segmentos da sociedade. E neste âmbito destacou o papel do MP.

“Diante da grave crise pela qual passa o Brasil, é mais do que oportuna e necessária a participação ativa de todos os segmentos da sociedade. Os membros do Ministério Público devem sim participar da vida partidária,política e eleitoral nacional pois fazem parte dos melhores quadros do País. Entendo que os promotores e procuradores podem contribuir efetivamente para a melhoria da qualidade da política brasileira, no Parlamento e no Executivo”, disse.

Interesse
O presidente da ANPR, Alexandre Camanho, agradeceu o posicionamento do senador e questionou sobre a quem serviria a impossibilidade de membros do Ministério Público não terem acento no parlamento nacional. “Três vezes por semana estou no Congresso e garanto que política não é criminalidade requintada e absoluta. Ao contrário, parlamento é local honrado, com pessoas distintas. O que a sociedade precisa é buscar eleger pessoas cada vez mais honradas”, disse.


Curtir: