Ceará

TCM do Ceará usará novo software para analisar contas

TCM do Ceará usará novo software para analisar contas
TCM do Ceará usará novo software para analisar contas

O Tribunal de Contas dos Municípios do Ceará (TCM-Ce) disporá de nova ferramenta para análise das prestações de contas municipais. Trata-se do QlikView, software que auxiliará na atividade de fiscalização, simplificando e agilizando a investigação das informações fornecidas por prefeituras e câmaras.

A aquisição deve ser implantada por completo até o final deste ano e permitirá que os cidadãos tenham respostas mais detalhadas e rápidas.

“Estamos incorporando às nossas atividades cotidianas”, explica o presidente do TCM-CE, Conselheiro Francisco Aguiar, “mais uma ferramenta que reflete o forte investimento que nos dispusemos a fazer em sólida política de modernização tecnológica. Temos um projeto consistente de modernização, definido com o firme propósito de dar à sociedade aquilo que ela espera de nós: qualidade e agilidade nos serviços que prestamos”.

Tecnologia
O QlikView é um produto de Business Intelligence (BI), que, por sua vez, opera técnicas e mecanismos que transformam dados brutos em informações que podem ser analisadas de tal forma a facilitar a tomada de decisões.

Pra começar
No início ele vai ser utilizado pela Diretoria de Tecnologia da Informação (Ditec) e Diretoria de Fiscalização (Dirfi), que irão contribuir na organização desses registros para preparar o programa para o início pleno de seu uso.

Nas ágil
Segundo o diretor de Tecnologia da Informação do TCM-Ce, Adalberto Ribeiro, o investimento ajudará os técnicos do Tribunal a analisar mais rápido a base de dados do Sistema de Informações Municipais (SIM).

“A quantidade de informações que recebemos mensalmente é enorme, e o BI, através do QlikView, vai nos possibilitar analisar melhor e mais rapidamente essa base de dados do SIM, o que hoje é impossível você fazer pelos meios convencionais”, avalia o diretor. Ele explica que o BI, traduzido como Inteligência de Negócios, pode ser entendido como uma “mineração de dados, onde vão encontrar informações que, normalmente, com as ferramentas tradicionais, não conseguiriam averiguar”.

E ainda
O Tribunal poderá, a partir desse novo caminho, estudar melhor esses dados e, consequentemente, obter conhecimento mais exato sobre a situação das contas municipais, além de permitir que as orientações aos municípios obtenham maior precisão.

Com informações do TCM


Curtir: