Fortaleza

TJ suspende liminares de desembargador e torna sem efeito autorização para reajuste da passagem de ônibus em Fortaleza

TJ suspende liminares de desembargador e torna sem efeito autorização para reajuste da passagem de ônibus em Fortaleza. Foto: TJCE
TJ suspende liminares de desembargador e torna sem efeito autorização para reajuste da passagem de ônibus em Fortaleza. Foto: TJCE

A Presidência do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) e a Corregedoria Geral da Justiça decidiram, em comum acordo, suspender a execução (cumprimento) de decisões liminares proferidas pelo desembargador Rômulo Moreira de Deus, no período de 13 de fevereiro até o retorno das férias do referido magistrado, previsto para 14 de março.

A informação foi divulgada pela assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Ceará.

Ônibus
A decisão torna sem efeito a liminar assinada pelo desembargador com relação ao mandado de segurança que concedeu ao Sindiônibus o direito de reajustar a passagem de ônibus em Fortaleza.

Liminar
O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado (Sindiônibus) havia conseguido na Justiça, por meio do desembargador Rômulo Moreira de Deus, decisão para aumentar novamente o preço da passagem de ônibus urbano. O valor, que tinha voltado para R$ 2 (inteira) e R$ 1 (meia), chega novamente a R$ 2,20 (inteira) e R$ 1,10 (meia).

Vai e volta
Desde o último sábado (16), a passagem está custando R$ 2, após decreto assinado pelo atual prefeito da capital, Roberto Cláudio. O Sindicato havia entrado, na sexta-feira (15), com recurso contra a redução dos preços da passagem.

Fica em R$2,00
Agora, com a nova decisão do Tribunal de Justiça, o preço da tarifa de ônibus fica mantido em R$ 2 (inteira) e R$ 1 (meia).


Curtir: