Nacional

Torturada na ditadura, Dilma diz que doará indenização de R$ 20 mil

Dilma Rousseff. Foto: Agência Brasil

A presidente Dilma Rousseff vai doar uma indenização a ser recebida do Estado do Rio de Janeiro a presos políticos do regime militar para o grupo de defesa de direitos humanos Tortura Nunca Mais. O grupo reúne ex-presos políticos e familiares de mortos e desaparecidos da ditadura. O anúncio foi feito no início da tarde desta sexta-feira pelo porta-voz da Presidência, Thomas Traumann.

Em Reais
Até o fim de junho, a presidente receberá R$ 20 mil. Segundo o Planalto, 316 pessoas receberão essa indenização.

Luta e Tortura
A presidente fez o requerimento de indenização aos Estados de Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. Dilma participou da luta armada e foi presa entre 1970 e 1972. Na prisão, ela foi torturada.

Verdade
O anúncio do pedido de desculpas do Estado do Rio acontece na mesma semana em que a presidente instalou a Comissão da Verdade, que que terá dois anos para apurar as violações de diretos ocorridas entre 1946 e 1988.

Com informações do Portal Terra


Comentários: