Dilma no Ceará
Atualizado em: 11/08/2011 - 2:33 pm

Trabalhadores de sete categorias paralisaram as atividades no Porto do Pecém nesta quinta-feira (11). A paralisação coincide com a passagem da presidente Dilma Rousseff pela unidade portuária. Os trabalhadores reivindicam mais segurança nas instalações e procedimentos do porto.

Leia mais:
Uma prévia da agenda de Dilma no Ceará
Tudo pronto para chegada de Dilma ao Pecém

Dilma reconhece situação precária das estradas cearenses

Início da terraplanagem na Siderúrgica do Pecém é o primeiro compromisso de Dilma no Ceará

A presidente inaugurou o Terminal de Múltiplas Utilidades (TMUT) e a instalação da Correia Transportadora no Porto do Pecém e oficializou o início dos serviços de terraplenagem da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP).

De acordo com o MOVA-SE, os acidentes continuam acontecendo. Nos últimos meses, dois acidentes por pouco não se transformaram em tragédia. Num deles, uma empilhadeira de contêiner tombou e, em outro, um cabo de aço partiu-se e atingiu a o capacete de um trabalhador. Os manifestantes querem chamar atenção para o problema no porto já que, segundo eles, todas as tentativas de serem ouvidos pelo governo e gestores da Cearaportos foram em vão.

A paralisação do início de maio deixou um prejuízo de R$250 mil à Cearaportos em apenas um dia. Se o cenário atual não mudar, a possibilidade de uma greve geral não está descartada. Dessa vez o prejuízo seria ainda maior pela proximidade das safras de frutas, um dos principais produtos escoados pelo porto.


Redação Jangadeiro Online, com informações do MOVA-SE

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me