Congresso

Transposição do São Francisco: Comissão do Senado quer ouvir três ministros sobre atrasos em obras

Transposição do São Francisco: Comissão do Senado quer ouvir três ministros sobre atrasos em obras

A comissão especial externa criada pelo Senado para acompanhar o andamento das obras da transposição do Rio São Francisco realizará audiência pública no dia 11 de dezembro para examinar os motivos do atraso nos serviços, assim como soluções que permitam acelerar o cronograma.

Ministros
Serão convidados os ministros da Integração Nacional, Fernando Bezerra; do Planejamento, Miriam Belchior; e da Defesa, Celso Amorim.

“O cronograma da obra é a maior preocupação da população do Nordeste e de todo o país”, admitiu o senador Humberto Costa (PT-PE), relator da comissão, ao fim de reunião nesta quarta-feira (28).

Audiência e debate
A audiência é uma das atividades sugeridas no plano de trabalho apresentado pelo relator e aprovado pela comissão na reunião. Outro debate deve ser realizado no dia 12, dessa vez para que sejam ouvidos representantes de órgãos de controle: o Tribunal de Contas da União (TCU) e a Controladoria Geral da União (CGU). Em data posterior, a comissão também chamará as empresas escolhidas para executar as obras, inclusive as que abandonaram seus lotes alegando problemas de custo. O colegiado é presidido pelo senador Vital do Rêgo (PMDB-PB).

Prioridade do PAC
O projeto da transposição foi iniciado em 2007, constando da lista de prioridades do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O objetivo é levar água do São Francisco ao semi-árido nordestino. Pela previsão inicial, até o fim de 2012 as obras estariam concluídas. No entanto, até agora os serviços só avançaram 43% do previsto, conforme dado mais recente do Ministério da Integração citado por Humberto Costa. Dos noves lotes, quatro estão paralisados.

Com informações da Agência Senado


Comentários: