Nacional
Atualizado em: 22/07/2011 - 6:12 pm

O diretor de Infraestrutura Rodoviária do Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes (Dnit), Hideraldo Caron, entregou na tarde desta sexta-feira (22) ao ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, o pedido de demissão do cargo. A informação foi confirmada pela assessoria do Dnit. O ministro encaminhará ainda hoje à presidente Dilma Rousseff a carta de demissão.

Caron ocupava o cargo de diretor do departamento desde 2004, é filiado ao PT e foi citado pela revista Veja como um dos envolvidos nas denúncias de corrupção em obras da área dos transportes. As denúncias também atingiram o diretor-geral do órgão, Luiz Antonio Pagot, que tirou férias no início da crise.

O cargo de Pagot passou a ser ocupado interinamente pelo diretor executivo, José Sadok, que foi afastado na semana passada após reportagem publicada pelo jornal O Estado de S.Paulo denunciar que a empresa da mulher dele tem contratos de obras em rodovias federais, todas vinculadas ao Dnit.

Leia mais:
Exoneração de Alfredo Nascimento é publicada no Diário Oficial 
Ministro dos Transportes é o segundo a cair no governo Dilma 

A crise nos Transportes provocou também a saída do ex-ministro Alfredo Nascimento, que pediu demissão e resultou em uma série de exonerações no ministério, no Dnit e na Valec – Engenharia, Construções e Ferrovias S.A, estatal que cuida das obras de infraestrutura ferroviária.

 Da Agência Brasil

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me