Fortaleza
Atualizado em: 10/08/2011 - 2:46 pm

Ciro Albuquerque quer criar o Dia do Orgulho Heterossexual.

O vereador Ciro Albuquerque (PTC) apresentou, na Câmara de vereadores de Fortaleza, a proposta de criação do Dia do Orgulho Heterossexual. Na defesa da matéria, o parlamentar afirma que “o normal é ser heterossexual”, e ainda completa: “o dia é pra lembrar que nós existimos”.

Ciro Albuquerque diz que a proposta não é “preconceituosa” e que não está preocupado com a reação negativa que a matéria pode provocar em movimentos ligados a causa homossexual. O parlamentar defende que a data seja comemorada em 8 de dezembro, mas antes precisa convencer os demais vereadores.

Seguindo a ideia
A proposta é semelhante  a que foi aprovada no dia 02 de agosto na Câmara Municipal de São Paulo. Lá o projeto de lei 294/2005, de autoria do vereador Carlos Apolinário (DEM), instituiu, no município de São Paulo, o Dia do Orgulho Heterossexual.

O projeto, no entanto, ainda depende de sanção do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, para virar lei.

Não vai ser fácil
A proposta causou reações distintas entre os vereadores. Entre risos e semblantes assustados, boa parte dos parlamentares preferiu adiar a polêmica. Foi o casos dos vereadores Antonio Henriqye (PTN) e Adail Junior (PV).

Já o vereador Plácido Filho (PDT) disse que não vê problema na aprovação da proposta mas que “a cidade tem assuntos mais importantes e que merecem mais atenção dos vereadores”.

O vereador João Alfredo (Psol) também questionou a necessidade de trazer a polêmica para pauta. O parlamentar disse que pretende votar contra a matéria, uma vez que  os heterossexuais não são vítimas de preconceito da sociedade.

Assista à matéria do Jornal Jangadeiro:

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me