Câmara Municipal

Vereador questiona dados da educação em Fortaleza

Vereador Jaime Cavalcante (PP)

O vereador Jaime Cavalcante (PP) apresentou, na sessão desta quinta-feira (20), dados que questionam algumas propagandas oficiais da Prefeitura de Fortaleza. O parlamentar disse que, depois de analisar algumas informações sobre a educação na Capital, divulgadas pela Gestão atual, contesta a veracidade das informações divulgadas pelo Município.

“Na propaganda oficial eles dizem que nunca se investiu tanto na educação, mas o que observamos é que os gastos com a educação nos últimos sete anos passou de 32,39% para apenas 25,96%, do orçamento destinado a pasta”, alertou Jaime.

Entre outras informações da Prefeitura que foram questionadas, o vereador citou a qualidade de ensino em Fortaleza. Segundo Jaime, em 2007, Fortaleza ocupava a 89° lugar dos 189 municípios do Ceará na avaliação para alunos do 2° grau, em leitura e escrita. “Em 2010, Fortaleza só está na frente de três municípios e, em dois anos, devido essa avaliação, a cidade já perdeu 16 milhões em recursos”, criticou o vereador.

Em aparte, o vereador Prof. Elói (PSB) defendeu a qualidade da educação em Fortaleza, afirmando que se pegar uma cidade com 1.200 alunos, o nível de aprendizado é muito maior, do que uma cidade como Fortaleza, na qual a rede é bem maior. “Seria injusto não reconhecer os avanços da educação no nosso município”, disse Prof. Elói.

Resposta
O líder da prefeita Luizianne Lins, o vereador Ronivaldo Maia (PT), rebateu as críticas: “não quero dizer que os números apresentados não são verdadeiros”.

Exemplificando que os dados podem ser interpretados de maneiras diferentes, Ronivaldo citou o caso dos alunos de ensino fundamental que eram atendidos pelo Governo do Estado. “Se eu quiser interpretar que o Governo evadiu-se da responsabilidade de atender 40 mil alunos, eu posso”, declarou, explicando que, atualmente, a competência de oferecer o ensino fundamental é do Município.

Com informações da CMFor


Curtir: